Siga nossas redes

Análise

Morning Call: dia de recuperação em NY e Ibovespa cada vez mais fragilizado

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Destaques:

  • Após três dias de quedas acentuadas, os índices futuros de Nova York operam em alta sem motivo específico, mas observa-se um fluxo novo em direção a empresas de setores ainda consideradas baratas e defensivas (telecomunicações, saúde e consumo) e realização dos setores supervalorizados, como o de tecnologia;
  • Há instantes, o S&P 500 futuro subia em torno de 0,5%; Dow Jones (+0,70%); Nasdaq (+1,77%);
  • As bolsas europeias seguem a tentativa de recuperação nos EUA; Londres (+0,58%); Frankfurt (0,70%); Paris (+0,33%);
  • Mais cedo, as bolsas asiáticas fecharam em baixa, após as quedas em NY ontem; Xangai (-1,86%); Japão (-1,04%); Hong Kong (-0,63%).

Cenário global e bolsa brasileira ontem:

  • Como pano de fundo da forte queda de ontem nas bolsas americanas, as relações entre os EUA e China vão de mal a pior, com Trump declarando querer dissociar sua economia do país asiático;
  • Além disso, republicanos e democratas estão longe de um acordo sobre o pacote de ajuda para combater o coronavírus, na volta do recesso parlamentar; puxado pelas techs, o Nasdaq despencou mais 4,11%;
  • No Brasil, o dado negativo foi o IGP-DI, que em agosto subiu para 3,87% (de 2,34% em julho), acima do teto das estimativas (+3,30%), e traz especulações sobre a trajetória da Selic;
  • O Ibovespa fechou em queda de 1,18%, aos 100.050,43 pontos, com giro financeiro de R$ 24,7 bilhões.

Análise Gráfica – IBOV:

  • No gráfico diário do índice Bovespa, mais um pregão brigando pelos 100 mil pontos, fechando acima, porém cada vez mais fragilizado;
  • Para viés ficar mais positivo, o IBOV precisa se consolidar-se acima da média móvel de 21 períodos, para depois buscar a resistência em torno de 105 mil pontos;
  • Se o índice se consolidar abaixo dos 100 mil pontos, não seria surpresa uma correção de pelo menos 5.000 pontos, no curto prazo;
  • Suporte: 100.000 (mínima de 4 de agosto)
  • Resistência: 105.500 (máxima do dia 21 de julho)
Indicadores
Brasil:
IPCA (agosto) (IBGE)
IPC-S Capitais Q1 (FGV)
Pesquisa Industrial Mensal Regional (julho)
Fluxo Cambial Semanal 
EUA:
Estoque de petróleo (API)
Pesquisa de ofertas de vagas de empregos (JOLTS) (julho)

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico. 

Ganhe dinheiro comprando um pedaço de alguns dos maiores empreendimentos imobiliários do Brasil. Invista em Fundos de Investimento Imobiliários pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.