Siga nossas redes

Análise

Morning Call: inflação, o pesadelo dos mercados globais segue pesando nas bolsas

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Cenário global e bolsa de valores

Assim como ontem, hoje no cenário global a perspectiva de proibição às importações de petróleo russo mantinha os preços da commodity em alta nesta terça-feira e eleva as preocupações com a inflação e a desaceleração do crescimento econômico. O governo dos Estados Unidos indica que vai avançar com a proibição às importações do petróleo russo mesmo se os aliados europeus não o fizerem. Já a Rússia alertou que os preços podem explodir a 300 dólares o barril e que pode fechar o principal gasoduto para a Alemanha se o Ocidente suspender as importações de petróleo devido à invasão da Ucrânia. Diante disso as bolsas globais seguem em mínimas de um ano, enquanto o ouro estava acima do nível de 2 mil dólares e o petróleo tipo Brent era negociado em torno de 126 dólares o barril.

As bolsas da Ásia tiveram mais um dia de queda generalizada nesta 3ªF diante da possibilidade de sanções mais severas do Ocidente contra a Rússia. Na China, o Xangai perdeu -2,35%. Em Tóquio, o Nikkei caiu -1,71% enquanto o Hang Seng desvalorizou -1,39% em Hong Kong. Já as bolsas europeias vão na contramão da Ásia e estão operando em alta no pregão de hoje. Investidores estão atentos aos movimentos de novas sanções contra a Rússia e também aos dados do PIB da zona do euro referentes ao 4TRI. Os negócios também estão impactados pelo crescimento importante da produção industrial alemã, bem acima do previsto pelos analistas. Na abertura dos mercados, Londres operava em alta de +0,04%; Frankfurt +1,04%; Paris +1,71%; Madrid +3,12% e Stoxx600 +0,67%.

Futuros: Dow Jones (+0,08%), S&P 500 (+0,21%), Nasdaq (+0,10%); Treasuries: T-note de 10 anos a 1,83870 (de 1,77080); Petróleo: Brent a US$ 126,60 (+2,75%); Ouro: +0,91%; US$ 2.014,10 a onça-troy;  Minério de Ferro cai -0,41% em Cingapura, negociado a US$ 165,20 por tonelada. Zona do Euro: PIB cresce 0,3% no 4TRI ante o trimestre anterior e veio em linha com o esperado pelos analistas. Na comparação anual, PIB europeu cresce 4,6%  também como previsto.

Cenário no Brasil 

No Brasil, a questão dos combustíveis segue no radar e uma reunião dos ministros Paulo Guedes, Ciro Nogueira e Bento Albuquerque, pode decidir medidas para aliviar o impacto da disparada do petróleo. No final do pregão, a notícia de que o governo estuda um congelamento dos combustíveis derrubou as ações da Petrobras. O congelamento, porém, teria de ser aprovado pelo Conselho da estatal, o que é improvável. O principal índice da bolsa brasileira teve a maior queda de 2022, acompanhando a forte baixa das bolsas em Wall Street. Investidores temem uma inflação mais alta e estagnação econômica, após a disparada dos preços do petróleo aos maiores patamares desde 2008 por causa das sanções à Rússia. O Ibovespa caiu 2,52%, a 111.593 pontos. 

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) subiu 1,50% em fevereiro, percentual inferior ao apurado no mês anterior, quando subiu 2,01%. Com este resultado, o índice acumula alta de 3,55% no ano e 15,35% em 12 meses. Em fevereiro de 2021, o índice havia subido 2,71% e acumulava elevação de 29,95% em 12 meses. O Índice de Variação de Aluguéis Residenciais (IVAR) subiu 2,92% em fevereiro de 2022, o que representa uma aceleração em relação à taxa de 1,86% registrada no mês passado. Com o resultado, o índice passa a acumular variação de 4,76% em 12 meses, a maior variação acumulada pelo IVAR desde o início da série histórica, em janeiro de 2019. O IPC-S da primeira quadrissemana de março de 2022 subiu 0,47% e acumula alta de 8,73% nos últimos 12 meses.

Indicadores econômicos e eventos
África do Sul/Statssa: PIB do 4TRI (6h30)
Zona do euro/Eurostat: PIB preliminar do 4TRI (7h)
FGV: IPC-S da 1ª quadrissemana de março (8h)
FGV: IGP-DI de fevereiro (8h)
Anfavea: produção e venda de veículos em fevereiro (10h)
EUA/Deptº do Comércio: Balança comercial de janeiro (10h30)
Discussões sobre o cenário dos fertilizantes no Brasil e soluções para o Plano Safra (12h)
EUA/Deptº do Comércio: estoques no atacado em janeiro (12h)
Roberto Campos Neto, Ciro Nogueira, Paulo Guedes e Bento Albuquerque participam de reunião sobre “assuntos governamentais” (15h)
EUA /API: estoques de petróleo da semana até 04/03 (18h30)
China/NBS: CPI e PPI de fevereiro (22h30)

Um combo de motivos para investir hoje: taxa zero de corretagem, liquidez, diversificação e boa rentabilidade. Invista em Fundos de Índice

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10