Siga nossas redes

Esporte Bizz

Qual é o negócio do esporte?

Área promete muito mais do que tradicionalmente aparenta.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Olá, seja bem-vindo! Espero que você curta esse espaço que inauguramos neste domingo (24) aqui no InvestNews. Eu sou o Erich Beting, jornalista de formação, marqueteiro por vocação. E vou compartilhar a partir de hoje, quinzenalmente, um pouco do universo dos negócios do esporte com você por aqui. 

Há 17 anos, tendo o jornalismo como propósito, fundei a Máquina do Esporte, principal plataforma sobre negócios do esporte na América do Sul. Foi o primeiro veículo gratuito a tratar do esporte sob o ponto de vista dos negócios. 

Aquele era um momento muito diferente para o marketing esportivo no Brasil. Em 2005, o desafio que havia pela frente para o esporte nacional era organizar os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007. Copa do Mundo e Jogos Olímpicos não eram nem uma hipótese…

Mas, desde aquela época, a indústria do esporte brasileira vem crescendo. Na raça, sem planejamento, com solavancos, com histórias surreais, sacadas geniais, com negócios e negociatas. Do jeito bem brasileiro de ser.

Ao mesmo tempo, mundialmente, as transformações no mercado de mídia levaram a uma revolução na forma como o fã se conecta com o esporte. E, especialmente na última década, passamos a viver uma era em que a entidade esportiva assumiu um protagonismo ainda maior.

E é exatamente para você conseguir entender um pouco mais o que está por trás do esporte que decidimos lançar a coluna Esporte Bizz. Um local para mostrar o que está por trás dos grandes números, dos grandes eventos, dos grandes atletas. 

O cardápio de assuntos está cheio. Afinal, neste ano ainda temos a Copa do Mundo da FIFA, o campeonato que vai parar o Brasil nos 30 dias que praticamente antecedem o Natal e que costumam trazer uma série de novidades para o mercado de negócios do esporte.

Mas o mercado brasileiro também está agitado. Investidores estrangeiros olham com apetite para o novo modelo de gestão das Sociedades Anônimas do Futebol (SAFs), os dirigentes do futebol entendem que é preciso melhorar a gestão de seus principais campeonatos, e o mercado de mídia vive uma ruptura nunca antes imaginada com a entrada de novos players.

Isso sem falar nos negócios que rolam no exterior, tendo sempre os Estados Unidos como o benchmarking.

Só para tira-gosto nesta coluna de apresentação. Sabe qual o evento esportivo que mais fatura no mundo com direitos de mídia?

A NFL, liga de futebol americano, passará a ganhar, em 2022/2023, US$ 10 bilhões por temporada de cinco empresas: Amazon, ESPN/ABC, CBS, NBC e Fox. Se você achava que a Copa do Mundo era grandiosa, bem-vindo ao Esporte Bizz…

Sobre o colunista

Erich Beting
*Erich Beting é jornalista formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) e especialista em Gestão do Esporte pelo Instituto Trevisan. Começou a carreira no jornalismo esportivo na Folha de S.Paulo e, em 2005, idealizou e lançou a “Máquina do Esporte”, principal veículo sobre negócios do esporte no país. Foi ainda analista de negócios do esporte no UOL e Sportv, além de ter atuado como comentarista de futebol do BandSports. Venceu por duas vezes o Prêmio Comunique-se, na categoria de Melhor Jornalista de Marketing & Publicidade.

As informações desta coluna são de inteira responsabilidade do autor e não do InvestNews e das instituições com as quais ele possui ligação. 

Veja também

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Agosto

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu