Siga nossas redes

Geral

5 fatos para saber hoje: Caixa abre mais cedo e aumenta o número de MEIs

As agências da caixa vão abrir às 8h para ajudar a diminuir as filas de quem procura o auxílio emergencial.

Publicado

em

por

InvestNews
coronavoucher

1 – Câmara e Senado votam pacotes de ajuda aos estados

O Senado aprovou neste sábado (2), com 79 votos favoráveis e apenas, um contrário, um auxílio financeiro de R$ 125 bilhões a estados e municípios para combate aos efeitos da pandemia da covid-19. O valor, previsto pelo Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus (PLP 39/2020), inclui repasses diretos e suspensão de dívidas. 

Como o texto que já havia sido aprovado na Câmara foi aprovado no Senado em forma de um substitutivo apresentado pelo presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a matéria voltará à análise dos deputados. A Câmara deve votar nesta segunda-feira (4), em sessão virtual marcada para as 11h.

2 – Agências da Caixa abrem duas horas mais cedo a partir desta segunda-feira

As agências da Caixa, em todo o país, abrem duas horas mais cedo, a partir desta segunda-feira (4), para o atendimento e de pessoas aptas a receber o auxílio emergencial de R$ 600. As agências funcionarão das 8h às 14h.

O banco também anunciou um reforço no número de vigilantes nas agências. Serão mais 2.800 que vão se juntar aos 2 mil que já estavam atuando. Além deles, outras 389 recepcionistas vão reforçar orientação e atendimento ao público. A medida tem por objetivo evitar grandes filas e aglomeração.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, as filas nas agências do banco ocorrem porque os beneficiários do Programa Bolsa Família e os informais sem conta demandam atendimento pessoal.

3 – Lojistas de shoppings reabrem portas, mas amargam queda de 80% nas vendas

Segundo relatos de lojistas de diferentes regiões do País ouvidos pelo “Estadão/Broadcast” (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), as vendas médias têm ficado até 80% inferiores às normais. E com alguns agravantes, como a insegurança jurídica e a alta de custos.

Até a próxima segunda-feira, 73 centros comerciais deverão estar abertos no País, conforme a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce). Mas isso não é necessariamente alento para os lojistas. “Ficar aberto não tem pago nem os custos de mercadoria”, diz Emiliano Silva, diretor de operações da rede de restaurantes Divino Fogão. O movimento nas unidades da rede em shoppings de Campo Grande (MS) e do Estado de Santa Catarina está 80% abaixo do normal. Já em Betim (MG), a queda é de 73%.

4 – Brasil ultrapassa 7 mil mortes registradas em decorrência do novo coronavírus

O Ministério da Saúde divulgou ontem (3) novos números sobre a pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil tem 101.147 casos confirmados da doença e 7.025 mortes foram registradas. A taxa de letalidade é de 6,4%. O número de pessoas recuperadas da covid-19 é de 42.991.

Nas últimas 24 horas, o ministério registrou 4.588 novos casos e 275 mortes. 

A região Sudeste registra 48.115 (47,6% dos casos) pacientes com a doença. Em seguida, aparecem as regiões Nordeste (30.022 – 29,7%), Norte (14.376 – 14,2%), Sul (5.526 – 5,5%) e Centro-Oeste (3.108 – 3,1%). 

5 – Com desemprego, número de microempreendedores sobe 12,6% no 1º tri

Com o desemprego elevado no Brasil – considerando dados antes do impacto da crise do novo coronavírus – o número de microempreendedores seguiu crescendo no primeiro trimestre.

O número de MEIs (Microempreendedores Individuais) subiu 12,6% em relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com dados da Boa Vista, que serão divulgados nesta segunda-feira.

Nas demais categorias houve recuo de 5,8%. Os MEIs representaram 81,7% dos casos de aberturas de empresas no primeiro trimestre. O levantamento mostra que o setor de Serviços representou 62,5% das aberturas no período.

As melhores ferramentas para Traders. Conheça agora!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.