Siga nossas redes

Geral

5 fatos para ler hoje: R$ 1 bi do BNDES e retomada gradual do varejo

Confiança da indústria deve ter a maior queda mensal da história; e mais.

Publicado

em

bndes

1 – Senado avalia novo modelo de ajuda a Estados

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), propôs adotar um critério misto de rateio do socorro financeiro a Estados e municípios na crise do coronavírus. Por outro lado, o parlamentar quer exigir uma contrapartida de governadores e prefeitos: congelar salários por dois anos em troca da ajuda federal. “O setor privado está dando sua parcela de contribuição para enfrentar essa pandemia, mas o setor público tem que dar a sua parcela”, disse Alcolumbre, ao se referir ao congelamento das remunerações.

O projeto se transformou em um cabo de guerra no Senado diante da divergência de como será a distribuição: se vai privilegiar Estados e municípios maiores, que acumulam a maioria dos casos da Covid-19, ou as regiões menores, com menos recursos. O texto da Câmara estabeleceu a ajuda compensando a perda de arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para os Estados e do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) para os municípios por seis meses, beneficiando territórios maiores como São Paulo. O Senado discute agora incluir o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), além da população, no cálculo, o que aumentaria a fatia de Norte e Nordeste.

2 – Varejo anuncia retomada gradual das atividades

A Arezzo anuncia nesta sexta-feira (24) o retorno parcial das atividades de sua unidade localizada no município de Campo Bom (RS), após avaliação criteriosa e a adoção de uma série de medidas, como o uso obrigatório de máscaras e medição de temperatura em todos os colaboradores. As fábricas localizadas no município também retomaram a produção, porém, com jornada de trabalho reduzida.

A Grendene informou que as atividades nas unidades de Sobral e Crato, no Ceará, serão retomadas de forma gradual a partir de 27 de abril, com redução de jornada e salários em 70%. Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa diz que o início das atividades ocorrerá em duas etapas, conforme acordo firmado com o Sindicato dos Empregados de Sobral e Crato.

A Lojas Renner decidiu que, a partir do dia 24 de abril, começará a reabertura gradual de lojas, em algumas unidades pontuais da Renner, Camicado, Youcom e Ashua. Segundo a empresa, as decisões para as retomadas são analisadas individualmente, respeitando os decretos governamentais locais, seguindo critérios técnicos sobre a extensão da pandemia em cada município. Também é considerado que o comércio varejista já esteja em funcionamento nessas cidades.

3 – Caixa pagará R$ 1,2 bi do auxílio emergencial

A Caixa creditará cerca de R$ 1,2 bilhão da primeira parcela do coronavoucher na noite desta sexta-feira (24) para 1,9 milhão de elegíveis que se inscreveram pelo aplicativo e pelo site auxilio.caixa.gov.br. Os recursos, que já foram disponibilizados pelo Ministério da Cidadania, poderão ser acessados amanhã (25). Desde o dia 9 de abril, a Caixa creditou o benefício para 33,2 milhões de pessoas, num total de R$ 23,5 bilhões. Entre os inscritos pelo aplicativo e site, 13,1 milhões receberam o auxílio e totalizarão 15 milhões de pessoas com esse novo pagamento.

Até a noite dessa quinta-feira (23), 45,9 milhões de cidadãos se cadastraram para recebimento do benefício. O site superou 275 milhões de visitas, e a central exclusiva 111 registra mais de 68 milhões de ligações. O aplicativo Auxílio Emergencial Caixa soma 57,2 milhões de downloads e o aplicativo Caixa Tem, para movimentação da poupança digital, supera 37,2 milhões de downloads.

4 – BNDES libera R$ 1,1 bilhão para PMEs

O volume de recursos financiados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para micro, pequenas e médias empresas, em um mês de operação, atingiu na quarta-feira (22) R$ 1,1 bilhão. Esses recursos foram desembolsados por 23 agentes financeiros públicos e privados. O crédito faz parte da linha BNDES Crédito Pequenas Empresas, que atende principalmente à necessidade de capital de giro diante da pandemia do novo coronavírus. Lançada em 22 de março, a linha tem volume previsto de R$ 5 bilhões.

Segundo o banco, em crescimento acelerado, a média de desembolsos diários atingiu mais de R$ 160 milhões nesta semana. Até quarta-feira, quase 3 mil empresas foram beneficiadas em todo o País. Em média, cada uma recebeu R$ 368 mil. O principal segmento de atividades atendido é o de comércio e serviços, com 82% do total, sendo que a maior parte dos recursos (65%) foi destinada a empresas com sede na região Sudeste. Os recursos são destinados a empresas com faturamento anual de até R$ 300 milhões e limite de financiamento de R$ 70 milhões por ano.

5 – Confiança da indústria despenca em abril

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de abril teve um recuo de 39,5 pontos em relação ao resultado fechado de março, para 58,0 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Caso se confirme no fechamento de abril, o índice registrará a maior queda mensal, descendo ao menor patamar da série histórica. Houve piora da percepção dos empresários tanto em relação à situação atual quanto ao futuro próximo. O Índice de Expectativas caiu 47,3 pontos, para 48,9 pontos, enquanto o Índice de Situação Atual recuou 31,0 pontos, para 67,8 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria indicou um tombo de 17,8 pontos porcentuais em relação ao patamar de março, passando de 75,3% para 57,5% em abril, o mais baixo patamar da série. A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrange a consulta a 796 empresas entre os dias 1 e 22 de abril. O resultado final da pesquisa será divulgado no próximo dia 29.

*Com Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Conheça a melhor plataforma de investimentos do Brasil: acesse a Easynvest e comece a ganhar dinheiro agora!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.