Siga nossas redes

Geral

5 fatos para saber hoje: receita do Facebook cresce e R$ 32 bi do coronavoucher

Saiba as projeções para o setor agropecuário e os efeitos do coronavírus na economia europeia.

Publicado

em

por

InvestNews
Mark Zuckerberg

1 – Facebook eleva em 18% receita no 1º tri

O Facebook bateu as estimativas dos analistas e viu sua receita subir 18% no 1º trimestre de 2020, na casa de US$ 17,7 bilhões. Ao divulgar ontem (29) os resultados financeiros para o período, a empresa também disse que viu “sinais de estabilidade” na venda de anúncios em abril, após uma desaceleração do mercado publicitário em março, por conta do novo coronavírus.

A declaração da empresa foi vista por Wall Street como um sinal de que as empresas de tecnologia podem reagir melhor à crise causada pela covid-19 do que as de outros setores. Após a divulgação dos resultados, o Facebook viu suas ações subirem cerca de 10% depois do fechamento do pregão.

A empresa afirmou ainda que cerca de 3 bilhões de usuários interagiram com um de seus aplicativos no trimestre, cerca de 100 milhões a mais do que no final de 2019. É um sinal de que tem alta popularidade em meio ao período da quarentena, mas o próprio Facebook não espera que esse nível de engajamento se mantenha com o relaxamento do isolamento social.

A investidores, o presidente executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, se mostrou bastante preocupado com o processo de reabertura da economia. “Estou preocupado de que isso esteja sendo muito rapidamente. É algo que pode garantir outros surtos da pandemia e piorar ainda mais o cenário econômico”, disse.

2 – França sofre contração econômica histórica no 1º trimestre e entra em recessão

O Produto Interno Bruto (PIB) da França sofreu contração de 5,8% no primeiro trimestre de 2020 ante o quarto trimestre de 2019, a maior da história, em meio ao impacto da pandemia do novo coronavírus, segundo dados preliminares divulgados hoje pelo Insee, como é conhecido o instituto de estatísticas do país.

O resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, que previam queda de 4,2% no período.

Como o PIB francês já havia encolhido 0,1% no último trimestre do ano passado, a economia do país entrou em recessão técnica com o resultado dos primeiros três meses de 2020.

3 – Inflação anual da zona do euro desacelera a 0,4% em abril

 O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da zona do euro subiu 0,4% na comparação anual de abril, desacelerando em relação ao aumento de 0,7% observado em março diante dos efeitos da pandemia de coronavírus, segundo dados preliminares divulgados hoje pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. O resultado, porém, ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, que previam alta de 0,2%.

A prévia de abril afasta a inflação anual da zona do euro ainda mais da meta do Banco Central Europeu (BCE), que é de uma taxa ligeiramente inferior a 2%.

Apenas o núcleo do CPI do bloco, que exclui os preços de energia e de alimentos, registrou alta anual de 0,9% em abril, maior do que o acréscimo previsto de 0,6%.

4 – Mais de 46,2 milhões de pessoas já receberam o auxílio emergencial

Mais de 46,2 milhões de brasileiros já tiveram a primeira parcela de R$ 600 do Auxílio Emergencial creditada em suas contas, o que representa a liberação pelo governo federal de R$ 32,8 bilhões, segundo o Ministério da Cidadania.

O aplicativo criado pela Caixa teve 67,5 milhões de downloads e permitiu 49,2 milhões de cadastros. A Central de Atendimento 111, para tirar dúvidas das pessoas, recebeu mais de 98,6 milhões de ligações. Os números foram atualizados pela Caixa Econômica Federal no fim da tarde dessa quarta-feira (29).

A estimativa do ministério é de que até 70 milhões de brasileiros recebam os recursos. “Já superamos 45 milhões de brasileiros contemplados, isso contando 14,2 milhões ligados ao Programa Bolsa Família, outros milhões do Cadastro Único Federal (que não são do Bolsa Família) e já estamos virando a casa dos 15 milhões via aplicativo”, disse o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni.

O auxílio emergencial contempla integrantes do Bolsa Família e pessoas inscritas em outros programas que constam do Cadastro Único do Governo Federal, além de microempreendedores individuais, autônomos e contribuintes individuais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que se encaixam nos critérios da lei.

5 – Previsão de crescimento agropecuário cai de 3,8% para 2,4% em 2020

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) projeta que o setor agropecuário deve crescer 2,4% em 2020. A previsão é 1,4 ponto percentual abaixo da avaliação anterior (3,8%). “Mesmo com essa redução, o desempenho é muito superior em relação aos demais setores da economia, que vivem um momento recessivo causado pela pandemia de Covid-19”, assinala nota do Ipea.

Segundo Boletim Agro, divulgado pelo instituto nesta quarta-feira (29) a principal razão para a redução de estimativa está no recuo da produção de soja por causa da queda na colheita do grão no Rio Grande do Sul, conforme já detectado pelo Levantamento Sistemático da Produção Agrícola do feito pelo IBGE.

No conjunto dos produtos agrícolas, o crescimento previsto caiu de 4,5% para 2,8%. A produção de cana-de-açúcar deverá crescer 1,4%, mais de um ponto percentual abaixo do inicialmente esperado (2,5%). Nesse cenário generalizado de queda, chama atenção o aumento da produção de café, que teve a projeção de crescimento elevada de 14,2% para 15,4%.

A avaliação considera que a recessão trará impactos especialmente a produção de carne. A previsão de taxa de crescimento desse segmento caiu de 3,5% para 1,1%.

Operar pelo Home Broker da Easynvest está ainda mais rápido e com um novo visual. Comece agora!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.