Siga nossas redes

Geral

Morning Call: discurso do FED ao meio dia

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Carone

Cenário global de bolsa de valores

O dia na Ásia foi de preocupação com a variante Ômicron que passou a ser detectada em pelo menos três novas províncias da China. Na semana passada comentamos que os fatos relacionados ao vírus continuaria a trazer incertezas para o mercado, seja para uma movimentação positiva ou negativa. Por outro lado não podemos deixar de destacar que o mercado começa a precificar uma elevação nos juros dos estados unidos em um ritmo mais acelerado do que era esperado. Nikkei fechou com queda de -0,90% e o Hang Seng estável aos 23.739, também em queda o SSEC em Xangai fechou com -0,73%.

As bolsas na Europa recuperam parte das perdas da última semana, após os fortes ajustes em relação a elevação dos juros nos estados unidos antes do esperado pelo mercado. Justamente as empresas de tecnologia, as mais afetadas em caso de elevação dos juros, puxam os mercados por lá neste inicio de pregão. Até o momento o FTSE subia +0,57%, DAX e CAC com mais de +1,00% de valorização.

Hoje o destaque no mercado norte americano fica por conta do discurso do chair do Federal Reserve Jerome Powell, que está agendado para ocorrer ao meio dia. Na última semana a imagem passada ao mercado seria de que um aumento nos juros por lá poderia ocorrer antes do esperado e talvez com pouco mais de intensidade para tentar controlar a inflação. O mercado estará atento hoje para as sinalizações, e se for confirmado a elevação do juros antes do esperado, podemos seguir pressionados novamente. O Powell deve tentar seguir com um tom para acalmar os mercados e suavizar a expectativa sobre as futuras elevações dos juros.

Cenário no Brasil

O mercado brasileiro estará também de olho no discurso do FED ao meio dia, mas dentro de instantes teremos a divulgação do IPCA feito pelo IBGE. O mercado espera 0,65% na variação mensal, vindo do mês anterior de uma alta de 0,95. Se confirmada as projeções teríamos uma elevação porém em um ritmo mais lento. Se vier acima do valor registrado anteriormente o mercado pode estressar, começando pelo DI e em seguida impactando a bolsa de valores.

Ibovespa

Com a leve queda nesta segunda feira, seguimos com as médias atuando como barreira para os preços, tanto no médio quanto no curto prazo. O Ibovespa está bem próximo do valor psicológico dos 100 mil pontos, que também tem referência de suporte para o gráfico semanal. A perda dessa região, se não configurar como falso rompimento, pode complicar bastante a situação no curto / medio prazo. Lembrando que se a realização de fato vier, o índice em dólar começaria a ficar interessante na visão de longo prazo.

Indicadores econômicos e eventos

07:20 – EUR – Discurso Christine Lagarde
09:00 – BRA – IPCA , inflação
12:00 – EUA – Depoimento, Jerome Powell

Ganhe dinheiro com as variações cambiais enquanto seu patrimônio fica protegido. Invista em Dólar!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!