Siga nossas redes

Negócios

Elon Musk diz que ainda pretende comprar o Twitter, após suspender negócio

Mais cedo, o bilionário disse estar à espera de detalhes que sustentem o cálculo de que contas falsas e de spam representam de fato menos de 5% dos usuários.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Elon Musk
REUTERS/Joe Skipper

O CEO da Tesla (TSLA34), Elon Musk, assegurou, nesta sexta-feira (13), que ainda pretende comprar o Twitter (TWTR34), horas depois de anunciar que o negócio estaria temporariamente suspenso.

“Ainda estou comprometido com a aquisição”, escreveu, em publicação na rede social.

Mais cedo, o bilionário disse que o acordo de compra do Twitter  está “temporariamente suspenso”, levando a ação da empresa de mídia social a despencar nos negócios do pré-mercado em Nova York.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso, à espera de detalhes que sustentem o cálculo de que contas falsas e de spam representam de fato menos de 5% dos usuários”, afirmou Musk, em sua conta oficial no Twitter.

Musk havia afirmado que aguarda detalhes sobre os cálculos de que as contas falsas e de spam representam menos de 5% dos usuários da plataforma. No mês passado, o empresário fechou acordo para adquirir a rede, em uma transação avaliada em US$ 44 bilhões.

Por volta das 9h05 (de Brasília), a ação do Twitter despencava 10,07% no pré-mercado da Bolsa de Nova York. Às 7h18, a ação sofria um tombo de 17,9% no pré-mercado.

Musk suspende ‘temporariamente’ acordo para compra do Twitter e ações derretem 28/04/2022 REUTERS/Dado Ruvic

Enquanto isso, as ações da Tesla subiram cerca de 5%. Musk, que é presidente-executivo da fabricante de automóveis elétricos, usou os papéis da companhia como garantia em financiamentos de US$ 6,25 bilhões para a compra do Twitter.

No mês passado, Musk fechou um acordo para adquirir o Twitter, numa transação avaliada em US$ 44 bilhões.

No tuíte, Musk fez referência a uma matéria da Reuters de 2 de maio sobre estimativa do Twitter de que as contas falsas ou de spam representaram menos de 5% dos usuários ativos diários monetizáveis ​​durante o primeiro trimestre.

“Essa métrica de 5% já está disponível há algum tempo. Ele claramente já a teria visto… Portanto, pode ser mais parte da estratégia de reduzir o preço”, disse Susannah Streeter, analista da Hargreaves Lansdown.

A probabilidade implícita de fechamento do negócio no preço acordado de US$ 54,20 por ação caiu abaixo de 50% pela primeira vez na terça-feira, quando os papéis do Twitter recuaram abaixo de US$ 46,75.

Musk tem criticado a política de moderação do Twitter. O bilionário quer que o algoritmo da rede social priorize os tuítes públicos e foi contra o excesso de poder na plataforma para empresas anunciantes.

A rede social afirmou que enfrenta vários riscos até que o acordo com Musk seja fechado, incluindo da manutenção de anunciantes em meio a “possível incerteza em relação a planos e estratégias futuras”.

Musk terá que pagar uma taxa de rescisão de US$ 1 bilhão se desistir do acordo.

*Com informações da Reuters e Estadão Conteúdo

Veja também

Opere com as melhores ferramentas para trader e corretagem ZERO em Ações! Comece já

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10