Siga nossas redes

Análise

Morning Call: abaixo dos 100 mil pontos, até onde o Ibovespa pode cair?

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Destaques:

  • Hoje, com uma agenda de indicadores econômicos esvaziada e ainda repercutindo a queda da confiança do consumidor americano, divulgado ontem, as bolsas globais operam mistas;
  • O PIB do México caiu 17,1% no 2TRI ante o 1TRI e 18,9% ante o 1TRI de 2019;
  • Do lado positivo, na Europa, a Alemanha ampliou o prazo e valor do seu pacote contra os efeitos do coronavírus na economia;  
  • Há instantes, o S&P 500 futuro operava estável (+0,01%); Londres (-0,29%); Frankfurt (+0,46%); Paris (+0,25%);
  • Mais cedo, as bolsas asiáticas fecharam próximas da estabilidade, com exceção de Xangai (-1,30%); Hong Kong (+0,02%); Japão (-0,03%); Seul (+0,11%);
Conheça o canal gratuito do Espaço Trader Easynvest no Telegram totalmente dedicado à Renda Variável. Tudo que você precisa para tomar as melhores decisões de investimentos, na palma da sua mão! Clique aqui. Twitter: @jfalcao_castro   

Cenário global e bolsa brasileira:

  • As bolsas em Wall Street fecharam sem direção única ontem. De um lado, teve alívio na tensão EUA-China, com progressos na implementação da fase 1 do acordo comercial e o número de novas casas em Julho bateu a marca de 901.000 novas habitações, superando a expectativa de 785.000 novas casas;
  • Por outro lado, o índice de confiança do consumidor frustrou a previsão de alta a 92,5 pontos e caiu para 84,8 em agosto;
  • No Brasil, o peso veio do lado político-econômico. O adiamento do anúncio do programa Pró-Brasil deixou os investidores ansiosos, de olho nas divergências em torno do volume do auxílio emergencial que terá impacto direto na política fiscal, já tão desgastada;
  • O Ibovespa fechou em queda de 0,18%, aos 102.117,64 pontos, com giro financeiro de R$ 23,3 bilhões.

Análise Gráfica – IBOV:

  • No gráfico diário do índice Bovespa, mais um dia sem movimentações relevantes e que não mudam o padrão atual. O IBOV precisa consolidar-se acima das médias móveis curtas (9 e 21 períodos) para depois buscar a resistência em torno de 105 mil pontos;
  • O momento ainda é de cautela e atenção, nada está definido. Se o índice cair abaixo dos 100 mil pontos, não seria surpresa uma correção de pelo menos 5.000 pontos, no curto prazo;
  • Suporte: 100.000 (mínima de 4 de agosto)
  • Resistência: 105.500 (máxima do dia 21 de julho)
Indicadores
Brasil:
Fluxo cambial semanal 
Sondagem da Construção (FGV)
INCC-M (FGV)
EUA:
Encomendas de bens duráveis (Departamento do Comércio)
Estoques de petróleo (DoE)
Índice de pedidos de hipoteca 

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico. 

Mantenha seu padrão de vida mesmo depois de aposentar. Invista na Previdência Privada Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.