Siga nossas redes

Análise

Morning Call: Ibovespa cada vez mais perto dos 100 mil pontos

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

por

Ângela Tosatto
imagem ilustrativa: ações ibovespa

Cenário global e bolsa de valores

Na China, o Banco Central manteve a taxa de juros para empréstimos de curto e longo prazo, para um ano ficou em 3,85%, para cinco anos ou mais 4,65%. Há 19 meses a taxa de juros chinesa permanece inalterada. Nesta segunda o mercado asiático fechou misto. Nikkei teve um leve avanço de 0,09%, Shanghai avançou 0,61% e Hang Seng teve um recuo de 0,39%. 

O mercado Europeu começa a segunda positiva, o FTSE em Londres com alta de 0,35%, o DAX na Alemanha com leve alta de 0,03%, a IBEX de Madri opera em alta de 0,60% e a CAC de Paris opera em alta de 0,14%.

Hoje no radar do mercado norte americano segue a possível decisão da Casa Branca sobre a presidência do Banco Central dos Estados Unidos. O presidente Joe Biden deve decidir nesta semana se irá manter o atual presidente, Jerome Powell, no cargo por mais um mandato. Caso decida trocar, o nome cogitado é o da governadora do Federal Reserve, Lael Brainard.
Na quinta, 25, é feriado nos EUA devido ao Dia de Ação de Graças e na sexta, 26, as bolsas americanas terão horário reduzido de negociação.

Futuros: Dow Jones (+0,38%), S&P 500 (+0,36%); Petróleo: Brent (+0,24%), WTI (+0,33%); Ouro (-0,40%); Londres (0,35%); Frankfurt (+0,03%); Paris (+0,36%); Madrid (+0,64%).

Cenário no Brasil

Brasil.

No Brasil, a PEC dos Precatórios segue em foco com a negociação de mudanças que incluiriam o fatiamento da emenda para facilitar a aprovação no Senado, a sessão temática está marcada para hoje, 22, às 15h. O mercado e os investidores acompanham com atenção o debate pois é um assunto que pode trazer volatilidade aos ativos domésticos.
Já as prévias do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), que definiria o candidato para a eleição presidencial de 2022, foram interrompidas nesse domingo (21) após falha no sistema de votação e, não tem data para retomada.

Ibovespa 

O Ibovespa fechou em alta de 0,59% na sexta-feira, após quatro pregões em queda e encerrou a semana na mínima do ano, aos 103.035,02 mil pontos. O volume financeiro do último pregão foi de R$20,3 bi, abaixo da média móvel de 21 períodos, R$23,9 bi.
O IBOV segue em tendência de baixa no longo prazo ao cruzar a média móvel de 200 períodos e formar topos e fundos descendentes, além disso, um movimento de queda no curto prazo já foi consolidado, após operar abaixo da média móvel de 21 períodos e romper o fundo formado no dia 20 de setembro. Qualquer movimento positivo neste momento será considerado um pullback (correção), dentro de uma tendência predominante de baixa. Ainda não há sinais de retomada altista para o IBOV no curto prazo.

Indicadores econômicos e eventos
BRA: Boletim Focus (8:25h)
EUA: Venda de Casas Usadas (Out) (12h)

Opere com as melhores ferramentas para trader e corretagem ZERO em Ações! Comece já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!