Siga nossas redes

Análise

Morning Call: mercados operam próximos da estabilidade no início da manhã

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e um breve resumo do fechamento das bolsas ontem.

Publicado

em

Mercados:

  • Os mercados operam próximos da estabilidade neste início de manhã, monitorando novos fatos e avaliando a aceleração da covid em regiões dos EUA;
  • Tem impactos em todas as bolsas a declaração da presidente do Banco Central Europeu ao Financial Times, indicando que o BCE vai fazer pausa em seu pacote de estímulos para avaliar resultados;
  • Porém hoje, a chanceler alemã, Angela Merkel, estará em reunião sobre pacote de recuperação e poderá trazer novidades sobre manutenção ou novos estímulos econômicos;
  • Há instantes, o Dow Jones futuro caia em torno de (-0,05%), S&P 500 (+0,06%), Nasdaq (+0,24%). O índice europeu Stoxx 600 recua em torno de (-0,25%).

* Conheça o canal gratuito do Espaço Trader Easynvest no Telegram totalmente dedicado à Renda Variável. Tudo que você precisa para tomar as melhores decisões de investimentos, na palma da sua mão! Clique aqui.

Brasil:

  • Ontem, em linha com o movimento global de realizações de lucro, a bolsa brasileira fechou em baixa e interrompeu quatro pregões consecutivos de alta;
  • A pressão maior de venda veio do setor bancário, após declarações do presidente da câmara, Rodrigo Maia, que defendeu o fim da taxa de juros do cartão de crédito e cheque especial;  
  • E para pesar ainda mais na correção, foi confirmado que o presidente Jair Bolsonaro está com covid-19, o que trouxe inseguranças na governabilidade daqui para frente;
  • Cotação: o Ibovespa fechou em baixa de (-1.19%), aos 97.761,04 pontos, com giro financeiro de R$ 19,8 bilhões.

Análise Gráfica – IBOV: 

  • Após sair da zona de congestão (movimento lateral) e retomar a tendência principal de alta, o índice Bovespa sofreu uma correção esperada, a medida que se aproxima dos 100 mil pontos, que é a próxima resistência (barreira psicológica) a ser testada.  
  • Resistência: 100.000
  • Suporte: 93.300

EUA: 

  • Wall Street realizou lucros ontem, após cinco pregões de alta;
  • O motivador foi o número de estados americanos que está voltando atrás nas suas medidas de relaxamento da quarentena, por causa do aumento de casos de coronavírus;
  • Cotação: O Dow Jones fechou em queda de (-1,51%), S&P 500 (-1,08%) e o Nasdaq perdeu (-0,86%).

Europa: 

  • Depois do rali de segunda-feira, as bolsas europeias fecharam em baixa nesta terça-feira, em um típico movimento de realização de lucros, como aconteceu nos Estados Unidos e no Brasil;
  • Alguns dados pesaram também para a queda: I) A OCDE estimou que a taxa de desemprego no grupo ficará em 10% no fim de 2020 e, com a segunda onda global, pode ir a 12%; II) A Comissão Europeia previu uma queda de 8,7% do PIB local neste ano; II) Por fim, na Alemanha, a produção industrial total aumentou 7,8% em maio em relação a abril, porém economistas previam um aumento de 10%;
  • Cotação: a bolsa de Frankfurt caiu (-1,01%), Londres (-1,53%), Paris (-0,74%) e Madri (-1,39%).

Ásia:

  • Mais cedo, na Ásia, Xangai continuou seu movimento de alta e subiu mais (+1,74%);
  • Cotação: no Japão, o Nikkei caiu (-0,78%), o Kospi de Seul perdeu (-0,24%) e Hong Kong avançou (+0,59%), apesar de estar no centro no conflito EUA-China.

Dólar:

  • O dólar comercial virou para alta no decorrer do dia, com investidores reagindo ao teste positivo do presidente Jair Bolsonaro para a covid-19;
  • Cotação: a moeda americana subiu (+0,60%), para fechar aos R$ 5,38.

Commodities:

  • Petróleo: tipo Brent para setembro fechou em queda de (-0,05%), cotado a US$ 43,08 o barril;
  • Ouro: para agosto fechou em alta de (+0,91%), cotado a US$ 1.809,90 a onça-troy.

Indicadores:
Brasil:

  • IGP-DI (FGV)
  • IPC-S Q1 (FGV)
  • Pesquisa Mensal do Comércio (dados do varejo ampliado e restrito) (maio) (IBGE)
  • Produção Industrial Regional (maio) (IBGE)

EUA:

  • Crédito ao consumidor (Fed)
  • Estoques de petróleo (DOE)
  • Índice semanal de pedidos de hipotecas (MBA)

Ásia:

  • China: Inflação (IPC) (IPP)

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico

Mantenha seu padrão de vida mesmo depois de aposentar. Invista na Previdência Privada Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.