Siga nossas redes

Análise

Morning Call: Mercados reagem a dados da China e balanços nos EUA

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Cenário global e bolsa de valores

As bolsas asiáticas iniciaram a semana como uma performance mista após os dados econômicos da China decepcionarem. O PIB no 3º trimestre cresceu 0,2% frente a expectativa de 0,5% de mercado; na comparação anual, o 3º trimestre teve alta de 4,9% frente à 5,2% de expectativa de mercado. Os números da Produção Industrial de setembro subiram 3,1% frente a expectativa de 4,5% e as Vendas no Varejo em setembro em sua comparação anualizada, cresceram 4,4% frente a expectativa de 3,3% pelo mercado.

No domingo, Ti Gang, presidente do Banco do Povo da China afirmou em uma seminário anual do G30 que o banco tem capacidade de prevenir um risco sistêmico causado pela China Evergrande Group, uma vez que apenas 1/3 de seus passivos estejam em instituições financeiras porém o dirigente enfatizou que mesmo assim, a situação causa preocupação e ampla discussão.

A bolsa do Japão encerrou o pregão com +1,66%, Shangai com -0,12%, Hang Seng com +0,31% e Coréia do Sul com -0,28%.

Na Europa, a presidente do Banco Central Europeu. Christine Lagarde, disse que as preocupações com um possível cenário de estagflação na zona do euro são exageradas e que a alta inflacionária atual é transitória, durante um eventos do FMI no sábado.

Mesmo assim, o mercado teve um início de semana negativo com a bolsa da Alemanha com -0,61%, Reino Unido com -0,30%, França com -0,90%, Espanha com -0,66% e o índice Euro Stoxx com -0,81%.

A temporada de balanços continua nos EUA e nessa semana grandes nomes da tecnologia devem divulgar seus balanço como Tesla, Apple, Google, Amazon e Facebook e que podem trazer volatilidade aos mercados.

Cenário no Brasil

Sem grandes novidades, os riscos precificados na bolsa, juros e dólar ainda são políticos, orçamentários e inflacionários. A equipe de economia do ministro Paulo Guedes ainda busca a criação de um programa novo de benefícios com a marca do governo atual porém há atuação para que haja um reajuste no Bolsa Família caso o primeiro projeto não seja aprovado.

Já a PEC dos precatórios deve ser votada na terça feira, 19/10 na câmara dos deputados e que caso seja aprovada, deve abrir espaço no orçamento dentro do teto de gastos para que o novo programa de auxílio do governo, o Auxílio Brasil seja criado.

Ibovespa

Fonte: TradingView

O índice mostrou na semana passada sinais de reversão de tendência ao conseguir ser negociado acima da média diária de 21 períodos e encerrar a semana aos 114.647,99 pontos. A região de próxima resistência pode ser em 116 mil pontos e depois perto da média diária de 200 períodos em 119 mil pontos. Ainda é cedo para determinar se esse movimento de possível reversão no gráfico diário se pode reverter a tendência em períodos mais longos como no semanal.

Juros

A semana passada foi marcada por mais uma semana de altas nos juros futuros com temores de inflação nacional e global causada por fatores como a crise hídrica, reajuste no preço da gasolina e gargalos mundiais nas cadeias de produção. Essas incertezas puxam as taxas exigidas para cima e fazem a curva de juros se deslocar para cima, sinalizando a aversão ao risco pelos investidores.

Dólar

A moeda norte americana teve uma semana de desvalorização ao encerrar a sexta feira perto de R$ 5,47 em um movimento aparente de correção para próximo da média diárias de 21 períodos e região onde a média diária de 200 períodos também serve como um suporte próximo aos R$ 5,42.

Indicadores e eventos
Brasil
Relatório Focus
IPC-S
Balança Comercial
EUA
Produção Industrial
Confiança das Construtoras
Dirigente do Fed de Kansas City, Esther George, e presidente do Fed de Minneapolis, Neel Kashkari, participam de fórum sobre minorias no setor bancário, organizado pelo Fed de Kansas City
Secretária do Tesouro, Janet Yellen, apresenta conselho de supervisão de estabilidade financeira, com participação do presidente do Fed, Jerome Powell (12h)

Com CDB, quem empresta dinheiro para o banco é você! Invista já!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!