Siga nossas redes

Análise

Morning Call: na semana do Natal, investidores seguem cautelosos

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 3 minutos

Cenário global e bolsa de valores 

Com baixa liquidez nas semanas do Natal e Ano Novo, os mercados seguem cautelosos com a ômicron e seus efeitos sobre a atividade global. O avanço dos casos, que já leva a medidas de restrição em países da Europa, coincide com a guinada hawkish dos bancos centrais e amplia as incertezas.

Mas hoje, no cenário global, o apetite por risco voltava aos poucos conforme surgia um otimismo cauteloso de que o impacto econômico da variante Ômicron do coronavírus sobre as economias em todo o mundo não será tão grave. Infelizmente, momentos de instabilidade vão ser recorrentes daqui para frente à medida que novas variantes aparecerão. Porém, vale destacar que provavelmente não será como no passado recente, pois atualmente temos vacinas e tratamentos em andamento e experiência por parte da sociedade que já sabe melhor o que fazer e que evitará o caos como foi no primeiro semestre de 2020, quando não sabíamos nada sobre o vírus.  

O mercado acionário europeu se recuperava nesta terça-feira depois de uma forte queda no pregão anterior, com avanço nas ações de commodities ofuscando as preocupações com a variante Ômicron do coronavírus. As bolsas da China avançaram nesta terça-feira, com os papéis do setor imobiliário liderando os ganhos em meio a crescentes sinais de afrouxamento da política monetária, enquanto as empresas relacionadas ao turismo se recuperaram com o alívio dos temores sobre a variante Ômicron. No Japão, os investidores acompanharam a aprovação do pacote de gastos fiscais para combater os impactos da covid-19 no país. O recurso foca em medidas contra a pandemia, incluindo vacinação de reforço e medicamentos orais.

Futuros: Dow Jones (+0,52%), S&P 500 (+0,56%), Nasdaq (+0,72%); Petróleo: Brent a US$ 71,63 (+0,11%); WTI a US$ 68,94 (+0,33%); Ouro: +2,1% a US$ 1.808,00; Treasuries: T-Note de 10 anos a 1,43880 (de 1,42600).

Cenário no Brasil 

Já aqui, o dia começa com um leilão de dólares no spot (9h30). Outros destaques são a arrecadação da Receita em novembro (14h30) e a votação do Orçamento/2022 na CMO (sessão começa às 10h), que não conseguiu ser apreciado, ontem, devido a muitas pendências. 

Ibovespa 

O principal índice da bolsa brasileira cedeu forte na segunda-feira, acompanhando a queda nos índices acionários globais por temores com os potenciais efeitos da variante Ômicron da Covid-19 na economia. O Ibovespa caiu 2,03%, a 105.019,78 pontos, com volume financeiro de R$ 25 bilhões, abaixo da média de R$ 35 bi. O IBOV segue em uma tendência de baixa no longo prazo ao cruzar abaixo da média móvel de 200 períodos e formar topos e fundos descendentes. Qualquer movimento positivo neste momento será considerado um repique de alta, dentro da tendência principal de baixa, portanto é necessário mais tempo e mais confirmações para reverter esta tendência.

Indicadores econômicos e eventos
Alemanha – GFK: índice de confiança do consumidor
BC faz leilão de até US$ 500 milhões no mercado à vista (9h30)
CMO faz reunião para votar o Orçamento de 2022 (10h00)
BC oferta até 15 mil contratos de swap (US$ 750 milhões) para rolagem (11h30)
Comissão Europeia – índice de confiança do consumidor de Dezembro
Arrecadação federal de novembro (14h30)
API – Estoques de petróleo (18h30)
Japão: Ata do BoJ (20h50)

Invista com rentabilidade altíssima alavancando seus ganhos! Invista em Índice!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Novidade Carteita TOP FII Junho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu