Siga nossas redes

Análise

Morning Call: o fantasma da Covid ainda preocupa os mercados e cautela prevalece

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Cenário global e bolsa de valores 

No cenário externo, os mercados adotam uma postura de maior cautela com o aumento de casos de Covid-19 na Europa, sentimento econômico mais fraco na Alemanha e uma série de dados dos EUA antes do feriado de Ação de Graças, na quinta-feira, que fechará as bolsas de NY por dois pregões. Entre eles está o PIB e o índice PCE, medida de inflação observada de perto pelo Federal Reserve para a política monetária, bem como a ata de sua última reunião, que pode dar pistas sobre se o banco central norte-americano vai acelerar a redução de seu programa de estímulo quando se reunir em dezembro.

Os mercados de ações da Ásia fecharam a quarta-feira sem direção única. Na volta do feriado, a bolsa de Tóquio encerrou o dia em queda consistente, com o índice Nikkei recuando -1,58%, em 29.302,66 pontos. A bolsa japonesa foi influenciada pelo aumento das apostas de alta de juros nos EUA, após Biden confirmar Jerome Powell para um novo mandato à frente do Fed. Além disso, pesou em Tóquio a Nasdaq , fraca, pressionou o setor de tecnologia. Na China, Xangai encerrou em alta de +0,10%, em 3.592,70 pontos. Em Hong Kong, o índice Hang Seng subiu +0,14%, a 24.685,50, após oscilar bastante em momentos de baixa e alta, porém a estabilidade prevaleceu, apesar do recuo de papéis do setor de tecnologia.

As bolsas europeias estavam em alta na abertura, mas viraram o sinal há pouco, acompanhando piora em NY e fala de dirigente do BCE sobre baixa na perspectiva para a região. A nova onda de covid continua no radar e a avaliação é que a doença volta a ser a causa número 1 de mortes na Europa.

Futuros: Dow Jones (-0,49%), S&P 500 (-0,39%), Nasdaq (-0,33%); Petróleo: Brent a US$ 82,17 (-0,17%); WTI a US$ 78,39 (-0,11%); Ouro: +0,52%, a US$ 1.793,10 a onça-troy na Comex; Treasuries: T-Note de 10 anos a 1,64610 (de 1,66770); Londres (+0,21%) a 7.282; Frankfurt (-0,20%) a 15.904; Paris (-0,16%) a 7.033; Madrid (+0,15%) a 8.828; Índice Stoxx 600 (-0,19%) a 478,60.

Cenário no Brasil 

Aqui, tem arrecadação da Receita, dados do setor externo, fluxo cambial, live de Campos Neto e sessão da CCJ do Senado (9h30) para a leitura do relatório de Fernando Bezerra sobre a PEC dos precatórios, que vem com sete mudanças em relação à proposta da Câmara e um drible na LRF para tornar o Auxílio Brasil de R$ 400 permanente e sem fontes de receita. Em dia de divulgação de dados da dívida pública e de arrecadação, ambos de outubro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, participa às 10h30 de seminário virtual, enquanto o presidente do BC, Roberto Campos Neto, fala às 12h40 em conferência sobre mercados emergentes.

Ibovespa

O Ibovespa fechou em alta nesta terça-feira, com apoio de empresas ligadas a commodities, como Petrobras e Vale, enquanto noticiário relacionado à PEC dos Precatórios e ao Auxílio Brasil segue no radar dos investidores, movimentando os negócios. O IBOV subiu 1,5%, a 103.653,82 pontos, com volume financeiro de R$ 30,8 bilhões. O IBOV segue em uma tendência de baixa no longo prazo ao cruzar abaixo da média móvel de 200 períodos e formar topos e fundos descendentes, além disso, um movimento de queda no curto prazo já foi consolidado, após operar abaixo da média móvel curta (21 períodos) e romper o fundo formado no dia 20 de setembro aos 107.500 pontos. Qualquer movimento positivo neste momento será considerado um repique de alta, dentro da tendência principal de baixa, portanto é necessário mais tempo e mais confirmações para reverter esta tendência. 

No acumulado de novembro, o saldo de investidor estrangeiro é positivo em R$ 3,08 bi; no ano, o saldo é positivo em R$ 57,79 bilhões; em 10 pregões, o total está positivo em R$ 1,29 bilhão (7 positivos e 3 negativos).

Indicadores econômicos e eventos
CCJ do Senado lê relatório PEC dos Precatórios (9h30)
Receita: Arrecadação federal em outubro (10h)
EUA: Pedidos de auxílio-desemprego (10h30)
EUA: Encomendas de bens duráveis (10h30)
EUA: 2ª estimativa do PIB do 3TRI (10h30)
EUA: Vendas de moradias novas (12h)
EUA: sentimento do consumidor (12h)
EUA: PCE de outubro (12h)
EUA: estoques de petróleo (12h30)
Campos Neto (BC) palestra (12h40)
Tesouro: Relatório da Dívida (14h30)
BC: Fluxo cambial semanal (14h30)
EUA: ata Fomc (16h)

Garanta o futuro tranquilo que você merece. Invista em Previdência Privada!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!