Siga nossas redes

Análise

Morning Call: segunda onda de covid-19 derruba Ibovespa futuro e bolsas globais

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e uma breve análise do índice Bovespa.

Publicado

em

Destaques:

  • Durante a semana passada, as reuniões de política monetária demonstraram que os Bancos Centrais já não possuem margem para estimular a economia e que é preciso mais atitudes por parte dos governantes. Ou seja, com exceção da China, a recuperação não será fácil para nenhum país; 
  • Como dose adicional ao momento de cautela, os investidores se protegem dos riscos de uma segunda onda da Covid, que já avança na Europa, em especial, no Reino Unido, e temem que possa se espalhar para o resto do mundo, elevando as incertezas sobre a economia global;
  • Nos EUA, onde o Fed alertou para a necessidade de ajuda governamental, a proximidade das eleições presidenciais, em 3 de novembro, impedem um acordo entre democratas e republicanos para um novo programa de recuperação da economia; 
  • No Brasil, o Ibovespa perdeu os 100 mil e os 99 mil pontos, para fechar em queda de 1,81%, aos 98.289,71 pontos; Na semena, fechou próximo da estabilidade (-0,07%).
  • Neste início de semana, uma 2ª onda da Covid volta a preocupar os mercados; na Europa, a França e o Reino Unido voltam a bater recordes de casos no fim de semana, enquanto os EUA registraram o maior número de casos em duas semanas;
  • A retomada da pandemia amplia as incertezas sobre a recuperação da economia global e pesa o clima nos mercados;
  • Na agenda da semana, destaque para a fala dos presidentes do Fed, BCE e Boj; 
  • Aqui, tem proposta nova para o Renda Brasil, vencimentos de opções na bolsa hoje e ata do Copom. 

Análise Gráfica – IBOV:

  • No gráfico diário do índice Bovespa, não teve mudanças significativas no padrão gráfico, em mais uma semana com fechamento negativo, o viés é de queda para testar o suporte aos 97.750;
  • Porém, analisando o gráfico semanal abaixo, o IBOV segue corrigindo lentamente, após formar um topo aos 105.700 pontos. A linha de tendência de alta que vinha se formando desde março em um forte movimento de alta, foi rompida com o índice indicando uma possível correção até a média móvel de 21 períodos (linha vermelha), em torno de 95.000 pontos;
  • Suporte: 97.750 (mínima de 11 de setembro)
  • Resistência: 105.500 (máxima do dia 21 de julho)

Indicadores:

  • Feriado no Japão mantém mercados fechados
  •  FGV: sondagem da indústria (8h)
  •  Boletim Focus (8h25)
  •  EUA/Fed Chicago: índice de atividade nacional em agosto (9h30)
  •  Balança comercial semanal (15h)
  •  EUA: evento com o presidente do Fed de NY, John Williams (19h)

* Este é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico. 

Ganhe dinheiro sem sair de casa. Invista pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.