Siga nossas redes

Análise

Morning Call: tensões com o aumento de casos da covid pressionam bolsas de NY

Os principais fatos que podem impactar os mercados hoje e um breve resumo do fechamento das bolsas ontem.

Publicado

em

Destaques:

  • Nesta manhã, tensões relacionadas ao aumento de casos da covid nos EUA, pressionam as bolsas de Nova York e derrubaram as bolsas na Ásia. Na Europa, as bolsas sobem, porém os mercados adotam um tom de mais cautela;
  • Há instantes, S&P 500 futuro caia em torno de  (-0,30%) e o índice europeu Stoxx 600 sobe (+0,62);
  • No Brasil, o principal dado é o IPCA de junho, que pode ser decisivo nas apostas de mais cortes ou não na taxa básica de juros (Selic).

* Conheça o canal gratuito do Espaço Trader Easynvest no Telegram totalmente dedicado à Renda Variável. Tudo que você precisa para tomar as melhores decisões de investimentos, na palma da sua mão! Clique aqui.

Brasil:

  • Como esperado, o índice Bovespa atingiu o patamar dos 100 mil pontos, porém a bolsa brasileira acompanhou Wall Street e não conseguiu sustentar este nível;
  • Pesaram no índice a correção das ações do setor bancário, siderurgia, mineração e da Petrobras;
  • Cotação: o índice Bovespa fechou em queda de (-0,61%), aos 99.160 pontos, com giro financeiro de R$ 20,9 bilhões.

Análise Gráfica – IBOV: 

  • No gráfico diário do índice Bovespa, após alcançar os 100 mil pontos (resistência), o índice acabou recuando;
  • Porém, este movimento de queda não foi relevante e podemos considerar até mesmo natural sempre que a bolsa brasileira chegar neste nível e assim poderá continuar até conseguir se consolidar acima da barreira psicológica dos 100 mil pontos;
  • O padrão gráfico não se altera, a tendência principal continua de alta e ao romper definitivamente os 100 mil, o próximo objetivo do índice Bovespa seria em torno dos 109 mil pontos;
  • Resistência: 100.000 (nível que a força vendedora pode se intensificar)
  • Suporte: 93.300 (nível que a força compradora pode se intensificar)

EUA: 

  • Apesar dos números de pedidos de seguro-desemprego semanal um pouco melhor do que o esperado, o temor com aumento de casos de coronavírus nos EUA ofuscou os dados de emprego;
  • Novamente a Nasdaq se descolou das outras bolsas, com novo recorde histórico de fechamento, subindo mais (+0,53%). O índice foi novamente puxado por Amazon (+3,35%), Microsoft (+0,74%) e Apple (+0,32%);
  • Cotação: o Dow Jones caiu (-1,39%) e o S&P 500 recuou (-0,56%), aos 3.152,05 pontos.

Europa: 

  • As bolsas europeias chegaram a abrir em alta, com a inflação maior na China (+2,5% em junho na base anual), mas não resistiram ao peso de Wall Street;
  • Cotação: a bolsa de Frankfurt caiu (-0,12%), Londres (-1,72%), Paris (-1,21%) e Madri (-1,25%).

Ásia:  

  • Mais cedo, o efeito covid derrubou todas as bolsas asiáticas;
  • Cotação: Xangai caiu (-1,95%), após oito dias consecutivos de alta, mas subiu (+7,3%) na semana (maior alta semanal em 5 anos); No Japão, o Nikkei fechou em baixa de (-1,06%), Hong Kong (-0,81%), Kospi de Seul (-0,81%).

Dólar:

  • Em mais um dia volátil no câmbio, com o dólar comercial oscilando entre a mínima de R$ 5,25 e a máxima de R$ 5,38, em um dia de ajustes pelo noticiário negativo sobre a pandemia da covid-19, com foco nos EUA;
  • Cotação: a moeda americana fechou estável, com leve queda de (-0,18%), cotado a R$ 5,34.

Commodities:

  • Petróleo: tipo Brent para setembro fechou em baixa de 2,17%, cotado a US$ 42,35 o barril;
  • Ouro: para agosto fechou em queda de 0,92%, cotado a US$ 1.803,80 a onça-troy.

Indicadores:
Brasil:

  • IPCA (IBGE) (junho)
  • IGP-M – 1ª leitura (julho) (FGV)
  • Pesquisa Mensal de Serviços – PMS (IBGE)

EUA:

  • Inflação (IPP)

Europa:

  • França: Produção Industrial
  • Itália: Produção Industrial

* Esse é um conteúdo de análise de um especialista de investimentos da Easynvest, sem cunho jornalístico.

Turbine sua rentabilidade em renda fixa com Debêntures: invista pela Easynvest.

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.