Siga nossas redes

Boletim IN$

Tesouro Direto: retorno chega ao menor nível em 15 meses; CVC: CEO renuncia

Programa também apresenta os números do fechamento do mercado.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

As taxas dos títulos do Tesouro Direto registraram quedas nesta quinta-feira (25), acompanhando recuos dos juros futuros, tendo como pano de fundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 abaixo das expectativas do mercado.

O IPCA-15 subiu 0,51% em maio, sobre alta de 0,57% no mês anterior, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,64% para o período.

Com isso, o Tesouro Prefixado 2026, por exemplo, chegou a registrar rentabilidade de 10,95%, a menor desde fevereiro de 2022.

Em meio ao cenário de inflação no Brasil em queda, perspectivas de corte de juros em breve, vale a pena investir no Tesouro Direto?

Além disso, entre outros destaques do dia estão o anúncio pelo governo da redução de PIS/Cofins para carros; a aprovação pelo Senado da Medida Provisória que isenta companhias aéreas de PIS/Cofins até 2026 e a renúncia do CEO da CVC (CVCB3).

O BLTM também apresenta os números do fechamento do mercado, com cotação do dólar, bitcoin e Ibovespa do dia, além das ações que mais subiram e mais caíram.

A apresentação é da jornalista Fabiana Ortega, com comentários de Luan Alves, analista-chefe da VG Research.

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.