Siga nossas redes

Cafeína

Como a riqueza pode ser calculada?

Samy Dana e Dony De Nuccio mostram os 6 níveis de riqueza, apontados em estudo de Nicki Magiulli.

Publicado

em

Cem reais, mil reais, cem mil reais ou um milhão de reais. Por mais que seja óbvio que quanto maior o valor, maior o impacto na vida de uma pessoa, como avaliar qual será de fato este impacto?

A melhor forma é perceber como uma pessoa muda o comportamento depois de receber qualquer destes valores. Stewart Butterfield, hoje CEO do Slack e também co-fundador do Flickr, expandiu essa ideia quando discutiu o que chamou de “Três Níveis de Riqueza. De forma resumida, ele definiu os níveis conforme a situação econômica de cada pessoa:

Níveis da riqueza

Nível 1: É quando não há preocupação ou estresse com dívidas. Neste nível, a fatura do cartão é paga integralmente, além da pessoa saber exatamente para onde vai cada real do seu salário.

Nível 2: Quando não importa quanto custa um prato em um restaurante:  ou seja: o quanto se paga por um almoço ou jantar não interfere mais nas finanças.

Nível 3: Quando não importa qual será o custo das férias, o preço do hotel ou do voo. Ou seja: nesse nível ninguém se preocupa em acumular milhas ou viajar em datas que sejam mais baratas.

O que é interessante em pensar sobre a riqueza em níveis é que percebe-se que certas somas de dinheiro não vão necessariamente melhorar a vida de alguém de maneira perceptível. Por exemplo: para a pessoa média no nível dois, que é quando não importa tanto o preço dos restaurantes,  receber um dinheiro extra de dez mil reais provavelmente não a moveria para o nível três.

Dez mil reais não são suficientes para livrar alguém de considerar o custo de hospedagem e transporte pelo resto da vida. No entanto, os mesmos dez mil reais dados a uma pessoa média no nível um podem levá-la ao nível dois. Isso ilustra perfeitamente como a riqueza é, e sempre será, uma medida relativa.

A regra do 0,01%

Embora 50 mil reais possam mudar completamente a vida de alguém, essa soma não faria nem cócegas na conta de uma pessoa que tenha um patrimônio na casa dos 9 dígitos, por exemplo. Em exemplos práticos: suponha que uma pessoa que tenha um patrimônio líquido estimado em 450 milhões de reais ganhe 50 mil reais. Isso representaria 0,01% da sua fortuna – o que não significa muita coisa (para essa pessoa).

Este percentual pode parecer aleatório, mas 0,01% é um bom indicador do que constitui uma quantia sem importância para qualquer nível de riqueza.

No Cafeína de hoje, Samy Dana e Dony De Nuccio mostram os 6 níveis de riqueza, apontados em estudo de Nicki Magiulli, diretor de operações da gestora de fortunas americana Ritholtz. Como atingir estes níveis sem escorregar na escalada ao topo?

Veja também

Fique livre do Imposto de Renda na hora de investir! Invista em LCI e LCA!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!