Siga nossas redes

Cafeína

Como Itaúsa vai retornar ao patamar histórico de dividendos?

Os dividendos e juros sobre capital próprio da Itaúsa (ITSA4) reduziram significativamente desde 2020. Mas agora, a holding sinalizou a retomada de maiores proventos.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Os dividendos e juros sobre capital próprio da Itaúsa (ITSA4) reduziram significativamente desde 2020.

Em dezembro do ano passado, o CEO da Itaúsa, Alfredo Setubal, defendeu que a redução dos dividendos está se dando por uma boa causa e pediu calma aos acionistas. De acordo com o CEO, boa parte das empresas nas quais a holding investe estão optando por desalavancar enquanto outras estão buscando crescer. Com isso, essas empresas estão pagando menos proventos, o que também força a holding a diminuir os seus.

O Itaú, que é a maior posição da holding, vem aumentando sua carteira de crédito, o que tem impactado a distribuição de capital. Já algumas empresas, como a Dexco e a Alpargatas, estão sofrendo por conta do mau momento macroeconômico brasileiro. A CCR, mais novo investimento da Itaúsa, por fim, trabalhou para tirar sua alavancagem de um múltiplo de 3 no final de 2021 para 1,7 em dezembro de 2022.

Apesar do cenário, na última teleconferência de resultados, a Itaúsa sinalizou que vai voltar a pagar dividendos em seus patamares históricos. Entenda o novo cenário, neste Cafeína.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.