Siga nossas redes

Cafeína

Petrobras volta ao radar: o que vai mudar na política de dividendos?

Na visão de alguns analistas, a distribuição da petroleira tende a ser mais flexível tendo como referência algum parâmetro com pares internacionais

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

A Petrobras (PETR4) continua sendo um assunto de grande interesse dos investidores. Primeiro, a estatal anunciou seus números do 1º semestre e manteve a linha de pagar bons e altos dividendos – assunto muito debatido durante toda a eleição do ano passado, em especial, pelas críticas do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva.

A distribuição polpuda de lucro que a estatal vinha fazendo era mal vista pelo governo petista, que defendia uma mudança nessa postura inclusive dando sinais de que poderia interferir na política de preços da petroleira, o que alteraria toda uma cadeia.

Mas passados seis meses do novo governo, a política de pagamentos de dividendos segue sem alteração, e a Petrobras se manteve como uma das maiores pagadoras de proventos em 2023.

Desde que o novo conselho assumiu a estatal foram aprovadas duas distribuições de dividendos relevantes. E segundo a Guide Investimentos, o próximo movimento importante a se ficar atento é a mudança na política de dividendos, que deve ser apresentada até final de julho.

Na visão de alguns analistas, a distribuição da petroleira tende a ser mais flexível tendo como referência algum parâmetro com pares internacionais.  Logo, o que deve mudar para o investidor com foco nos proventos da estatal? Veja análise neste Cafeína.

Veja também

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.