Siga nossas redes

Geral

3 fatos para hoje: logotipo do Twitter vai mudar, retração zona do euro e Lula

Presidente deve passar por cirurgia no quadril no 2° semestre.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 5 minutos

Elon Musk diz que irá mudar o logotipo do Twitter para X: ‘nos despediremos dos pássaros’

Elon Musk afirmou neste domingo, 23, que o logotipo do Twitter deve ser alterado: “E em breve nos despediremos da marca do Twitter e, gradualmente, de todos os pássaros”, postou ele em seu perfil na rede social.

Logo depois, o proprietário da plataforma acrescentou: “Se um bom logotipo X for postado hoje (domingo) à noite, faremos com que ele seja usado no mundo todo amanhã (segunda-feira, 24)”.

Desde que comprou o Twitter em outubro, Musk mudou a denominação social da empresa para X Corp, refletindo a visão do bilionário de criar um “super app” como o WeChat da China, diz reportagem do jornal The Guardian. No dia 12 de julho, a X.ai foi anunciada como a inteligência artificial de Musk, que está em desenvolvimento.

Musk ainda retweetou um gif de um “X” piscando. Por um breve momento, a logo do Twitter aparece ao invés do X, o que parece ser uma referência da troca do passarinho pelo X. Mais tarde, em um bate-papo de áudio no Twitter Spaces, ele respondeu “sim” quando questionado se o logotipo do Twitter mudaria, acrescentando que “isso deveria ter sido feito há muito tempo”, segundo o jornal The Guardian.

Críticas

O Twitter tem sido amplamente criticado desde as mudanças implementadas na gestão de Musk. No início deste mês, usuários foram contrários à decisão que limitou quantos tweets por dia várias contas poderiam ler. Os limites diários ajudaram no crescimento do Threads, serviço concorrente da Meta, que ultrapassou 100 milhões de inscrições em cinco dias.

A mais recente complicação do Twitter foi uma ação judicial apresentada na terça-feira, alegando que a empresa deve pelo menos US$ 500 milhões em indenizações a ex-funcionários. Desde que Musk adquiriu a empresa, mais da metade da equipe foi demitida para reduzir custos, aponta o Guardian.

Fábrica da Knaus-Tabbert AG em Jandelsbrunn, Alemanha 16/03/2021. REUTERS/Andreas Gebert/File Photo

Contração da atividade empresarial na zona do euro ganha mais força que o esperado em julho, mostra PMI

A contração da atividade empresarial da zona do euro se aprofundou muito mais do que o esperado em julho uma vez que a demanda no setor de serviços diminuiu, enquanto a produção industrial caiu no ritmo mais rápido desde o início da Covid-19, mostrou uma pesquisa.

O Índice Composto de Gerentes de Compras (PMI) do HCOB para o bloco, compilado pela S&P Global e visto como um bom indicador da saúde econômica geral, caiu para a mínima de oito meses de 48,9 em julho, ante 49,9 em junho.

O resultado ficou abaixo da marca de 50 que separa crescimento de contração e foi mais fraco do que todas as expectativas em uma pesquisa da Reuters que previa uma queda modesta para 49,7.

“A manufatura continua a ser o calcanhar de Aquiles da zona do euro. Os produtores reduziram sua produção novamente em um ritmo acelerado em julho, enquanto a atividade do setor de serviços ainda está se expandindo, embora a um ritmo muito mais lento”, disse Cyrus de la Rubia, do Hamburg Commercial Bank.

“A economia da zona do euro provavelmente entrará mais em território de contração nos próximos meses, já que o setor de serviços continua perdendo força.”

O PMI de serviços caiu de 52,0 para 51,1 em julho, menor nível desde janeiro e abaixo da previsão em pesquisa da Reuters de 51,5.

Consumidores endividados sentindo o aperto dos custos crescentes de empréstimos e dos preços reduziram os gastos, e o índice de novos negócios de serviços ficou abaixo do ponto de equilíbrio pela primeira vez em sete meses, a 48,5 neste mês de 51,0 em junho.

O PMI que cobre o setor industrial caiu de 43,4 para 42,7. A pesquisa da Reuters previa um leve aumento para 43,5.

Um índice que mede a produção, que a alimenta o PMI Composto, caiu de 44,2 para 42,9 – resultado que não era atingido há mais de três anos.

A redução das pressões sobre os preços provavelmente será bem recebida pelas autoridades do Banco Central Europeu, que não conseguiram levar a inflação de volta à meta de 2% apesar do aperto monetário mais agressivo da história do banco.

O BCE deve aumentar as taxas de juros em 25 pontos-base na quinta-feira, de acordo com todos os economistas em uma pesquisa da Reuters, uma pequena maioria dos quais espera outro aumento em setembro.

Presidente Luiz Inácio Lula da Silva 17/07/2023 REUTERS/Johanna Geron

Lula deve passar por cirurgia no quadril no 2° semestre, diz Planalto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá passar por uma cirurgia na região do quadril no segundo semestre deste ano, informou o Palacio do Planalto neste domingo .

O presidente esteve pela manhã no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para a realização de uma infiltração para reduzir um incômodo que tem sentido na região do quadril, segundo o Planalto.

Lula não se submeteu a exames neste domingo, e a necessidade da cirurgia já estava prevista, acrescentou a Presidência.

*Com Estadão Conteúdo e Reuters

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.