Siga nossas redes

Geral

Aneel adia reajuste da Cemig à espera de recursos da privatização da Eletrobras

Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou adiamento do reajuste das tarifas da Cemig para 2022.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 1 minuto

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou por unanimidade nesta terça-feira (24) um adiamento do reajuste das tarifas da Cemig (CMIG4) para 2022, que estava previsto para o fim deste mês. Com isso, as tarifas atuais, aprovadas em maio de 2021, foram prorrogadas.

Segundo o diretor-relator do processo na Aneel, Sandoval Feitosa, a prorrogação do reajuste anual foi acordada com diretoria da Cemig e está relacionada também à iminência de um aporte de 5 bilhões de reais da privatização da Eletrobras na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

A CDE é um fundo que banca políticas públicas e subsídios do setor elétrico e é custeado pelos consumidores por meio da conta de luz. O orçamento da CDE é um componente do cálculo de reajuste tarifário das distribuidoras.

“Para não termos que reprocessar o reajuste tarifário, assim fizemos… Espero que nos próximos dias já tenhamos como operacionalizar esse aporte na CDE”, disse Feitosa.

Veja também

Com CDB, quem empresta dinheiro para o banco é você! Invista já!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Novidade Carteita TOP FII Junho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu