Siga nossas redes

Geral

Em 24h, casos de coronavírus aumentam 65% no Brasil; produção na China desaba

Rio de Janeiro e São Paulo são os estados com transmissão comunitária.

Publicado

em

por

InvestNews
coronavírus


A produção industrial chinesa recuou 13,5% no primeiro bimestre de 2020, ante igual período de 2019, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês), divulgou nesta segunda-feira (16). Analistas ouvidos pelo “Wall Street Journal” projetavam uma redução de 3%, como efeito da crise com o novo coronavírus.

As vendas no varejo cederam 20,5%, quando era esperado uma baixa de 5%. Os investimentos em ativos fixos mergulharam 24,5%, ante projeção de queda de 1%. E o desemprego urbano subiu de 5,2% em dezembro para 5,7% no fim de fevereiro. Apesar dos estragos na China já estarem controlados, os dados podem servir de exemplo para as economias que ainda não passaram pelo pico de contaminação.

Novos casos no Brasil

Em um intervalo de apenas 24 horas, o Brasil registrou um crescimento de 65% no número de casos confirmados de infecção pelo coronavírus, com um total que passou de 121 para 200, de acordo com balanço divulgado na tarde deste domingo (15) pelo Ministério da Saúde.

São Paulo e Rio de Janeiro são os Estados onde há transmissão comunitária do vírus – ou seja, não é mais possível identificar a fonte de transmissão, indicando que o vírus já circula entre a população. Eles têm 136 e 24 casos da doença, respectivamente, sem nenhuma morte. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde do Rio há registro do primeiro caso paciento com estado de saúde muito grave, devido à contaminação por coronavírus. O homem, que tem mais de 60 anos, está internado.

Distrito Federal (com 8 casos), Paraná (6), Rio Grande do Sul (6), Santa Catarina (6), Goiás (3), Minas Gerais (2), Espírito Santo (1), Rio Grande do Norte (1), Bahia (2), Pernambuco (2), Alagoas (1), Sergipe (1) e Amazonas (1) têm casos importados, de pessoas que contraíram a covid-19 em outras regiões.

Em São Paulo, o governador, João Dória (PSDB), anunciou na noite deste domingo, novas medidas de contenção. Todos os funcionários públicos com mais de 60 anos passarão a trabalhar a partir de casa, com exceção daqueles dos setores de segurança publica e de saúde. Ele anunciou também o fechamento de bibliotecas, museus e centros culturais até o dia 17 de abril. Os 153 centros de idosos do Estado serão fechados por 60 dias.

Em Minas Gerais, as aulas da rede estadual de ensino vão ser suspensas a partir da próxima quarta-feira (18). A medida consta em decreto publicado neste domingo, 15, pelo governador Romeu Zema (Novo). A previsão é que as aulas sejam retomadas na segunda, 23.

Já o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, decidiu prorrogar por mais 15 dias as medidas restritivas para enfrentamento do novo coronavírus, entre elas, também está a suspensão das aulas de escolas públicas e privadas.

*Com Estadão Conteúdo e Agência Brasil

Ganhe dinheiro sendo sócio das maiores empresas do Brasil: Invista pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.