Siga nossas redes

Geral

Em meio a ‘covid zero’, iPhone domina mercado chinês no 4º tri

Apple respondeu por quase 24% das vendas de smartphones no gigante asiático.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

A Apple (AAPL34) conquistou sua maior participação de mercado trimestral na China, superando as restrições contra Covid e uma desaceleração econômica global.

A empresa californiana foi responsável por quase 24% das vendas de smartphones na China nos últimos três meses de 2022, segundo dados da Counterpoint Research. Ela superou todas as fabricantes no trimestre e, pela primeira vez, se tornou a segunda maior em vendas no país em números anualizados, segundo os dados. 

Vendas do iPhone caem menos que de rivais

A fabricante do iPhone sofreu quedas nas vendas em relação ao ano anterior, mas menos do que rivais chinesas como Vivo Mobile, Oppo e Xiaomi.

O mercado global de smartphones sofre com a desaceleração econômica desencadeada por inflação e juros altos. Os gastos do consumidor despencaram, com quedas de dois dígitos no mercado chinês em vários momentos ao longo do ano passado. 

Crédito: Brent Lewin/Bloomberg

Números da International Data Corporation divulgados no início desta semana mostram que todas as grandes marcas do setor deram um grande passo para trás, à medida que varejistas vendem aparelhos de estoques acumulados em vez de pedir novas remessas.

A Apple teve demanda menor por sua última geração de iPhones do que havia projetado. Seus modelos de iPhone Pro continuaram em alta demanda, mas as entregas foram comprometidas pelas medidas contra coronavírus e protestos de trabalhadores em sua mega-fábrica de Zhengzhou, na China. 

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.