Siga nossas redes

Geral

Invasão em chamada de vídeo força cancelamento de evento com membro do Fed

Mais de 220 participantes estavam na chamada do aplicativo Zoom antes de ser encerrada.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Um evento virtual com a autoridade do Federal Reserve Christopher Waller foi cancelado na quinta-feira (2) depois que a chamada de vídeo do Zoom foi invadida por um participante que exibiu imagens pornográficas.

“Fomos vítimas de uma uma invasão no Zoom e estamos tentando entender o que precisamos fazer para evitar que isso aconteça novamente. É um incidente que lamentamos profundamente”, disse Brent Tjarks, diretor executivo do Mid-Size Bank Coalition of America (MBCA), que sediou o evento por meio de um link do Zoom.

Ele disse que suspeita que um dos interruptores de segurança que silencia quem assiste a um evento foi configurado incorretamente, mas não tem certeza dos detalhes. A decisão de cancelamento foi tomada em consulta com o Fed após a invasão.

Alguns minutos antes do início do evento, um participante usando o nome de tela “Dan” começou a exibir imagens pornográficas, de acordo com um repórter da Reuters na chamada.

Os microfones e as câmeras não foram silenciadas pelo organizador ao entrar no evento.

Mais de 220 participantes estavam na chamada antes de ser encerrada.

“Ficamos profundamente chateados ao saber desses tipos de incidentes, e o Zoom condena veementemente esse comportamento”, disse Matt Nagel, porta-voz do Zoom, em comunicado. “Levamos as interrupções das reuniões extremamente a sério e, quando apropriado, trabalhamos em estreita colaboração com as autoridades policiais”.

Em março de 2020, o escritório de Boston do FBI emitiu um aviso sobre o Zoom, dizendo aos usuários para não tornar públicas as reuniões no site ou compartilhar links amplamente depois de receber dois relatos de indivíduos não identificados invadindo sessões escolares.

O Fed disse que o evento, que contaria com um discurso de Waller e uma sessão de perguntas e respostas, foi cancelado devido a “dificuldades técnicas”.

O prédio do Federal Reserve, na Constitution Avenue, em Washington, EUA, 27 de março de 2019. REUTERS/Brendan McDermid
O prédio do Federal Reserve, na Constitution Avenue, em Washington, EUA, 27 de março de 2019. REUTERS/Brendan McDermid

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.