Siga nossas redes

Geral

Marketplace de cartões roubados da ‘darknet’ fecha após lucrar US$ 1 bi

Plataforma ilegal fez fortuna com vendendo dados roubados de consumidores em troca de bitcoins.

cartão

O chefe do maior mercado ilegal de cartões de crédito do mundo se aposentou depois de fazer uma fortuna estimada em mais de US$ 1 bilhão em criptomoedas, de acordo com uma pesquisa da empresa de análise de blockchain Elliptic compartilhada com a Reuters.

O marketplace “Joker’s Stash”, no qual cartões de crédito roubados e dados de identidade são vendidos por bitcoin e outras moedas digitais, encerrou suas operações neste mês, disse a Elliptic nesta sexta-feira (12), no que chamou de um raro exemplo de um site que não obedece aos seus próprios termos.

Imagem da tela com a mensagem anunciando o encerramento das operações do marketplace ilegal de cartões de crédito Joker’s Stash publicada em janeiro de 2021. Cortesia de Tom Robinson/Elliptic/Handout via REUTERS

O uso criminoso de criptomoedas preocupa reguladores há muito tempo, com a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, e a presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, pedindo no mês passado uma supervisão mais rígida.

Embora o financiamento do terrorismo e a lavagem de dinheiro sejam as principais preocupações da polícia, venda de narcóticos, fraudes, golpes e ransomware estão entre as principais áreas de uso ilegal de moedas digitais, de acordo com o cofundador da Elliptic, Tom Robinson.

Joker’s Stash

O Joker’s Stash foi lançado em 2014, com seu fundador anônimo “JokerStash” – que poderia ser uma ou mais pessoas – publicando mensagens em russo e inglês, disse a Elliptic. O site estava disponível na web normal e via darknet, que hospeda mercados ilegais.

A Elliptic, cujos clientes incluem autoridades e instituições financeiras, estima que JokerStash teve mais de US$ 1 bilhão em lucros em criptomoedas ao longo dos anos, a preços atuais.

A empresa apontou o valor de mais de US$ 1 bilhão ao analisar a receita do mercado e as taxas cobradas, e disse que isso estava no piso de suas estimativas.

Em dezembro, a Interpol e o FBI apreenderam os nomes de domínio usados pelo site, mas ele continuou operando pela darknet, disse a Elliptic. A empresa de segurança cibernética Digital Shadows também disse em dezembro que o site darknet permaneceu ativo após a apreensão.

A Interpol não respondeu a um pedido de comentário. O FBI não pôde ser contatado fora do horário comercial.

Em 15 de janeiro, o Joker’s Stash publicou uma mensagem anunciando que fecharia permanentemente em 15 de fevereiro. Na verdade, ele saiu do ar em 3 de fevereiro, disse a Elliptic.

Leia também:
Golpe do PIX se multiplicam: saiba quais são e evite cair em armadilhas.

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.