Siga nossas redes

Cafeína

BBB21: o que fazer com o prêmio de R$ 1,5 milhão?

Alguns do ganhadores das edições passadas usaram o dinheiro para comprar bens. Outros multiplicaram o dinheiro. Já alguns acumularam dívidas.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

O primeiro Big Brother Brasil foi no ano de 2002. Aliás, este foi o único ano em que o programa teve duas edições. O BBB1 foi de janeiro a abril, e o BBB2 de maio até julho de 2002.

Até o BBB4, o vencedor levava o prêmio de R$ 500 mil. Do BBB5 até o BBB9, o campeão faturava R$1 milhão. Desde a décima edição que o reality premia o vencedor com R$ 1,5 milhão. Valor este que está R$42,50 abaixo da inflação acumulada nestes 19 anos (208,47%).

Até agora, há um empate entre os participantes vencedores. 10 homens e 10 mulheres levaram o prêmio.

Alguns do ganhadores das edições passadas usaram o dinheiro para comprar casa, carro, investir no estudos, ou na carreira. Outros poucos conseguiram multiplicar o valor do prêmio através de investimentos. Já alguns chegaram a perder tudo e ainda acumularam dívidas. É o caso dos ex-participantes Cida Santos (4ª edição) e Max Porto (9ª edição).

Apesar de a edição deste ano ainda não ter chegado ao fim, muitas são as apostas de quem será o vencedor. A dúvida que fica é o que fazer com o prêmio, onde investir este dinheiro e como dobrar o valor no menor tempo possível. Será que é possível se aposentar com R$1,5 milhão?

Se o Kléber Bambam – ganhador da primeira edição – tivesse investido o valor do prêmio em um fundo que replica o Ibovespa, ele teria aumentado em 8 vezes o seu o patrimônio nestes 19 anos.

Samy Dana e Dony De Nuccio trazem os principais fatos e acontecimentos nestes 19 anos de edição do programa, e analisam as melhores opções de investimento para o prêmio milionário.

Veja também:

Da bolha das tulipas à crise de 2008: por que os mercados quebram?

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.