Siga nossas redes

Cafeína

Com até 45% de alta, BDRs de ETFs são destaque entre fundos de índice

Segundo levantamento da Economatica Brasil, entre os ETFs mais rentáveis em 2021, os BDRs de ETFs se destacaram

Publicado

em

Segundo levantamento da Economatica Brasil, entre os ETFs – fundos de índice – mais rentáveis em 2021, os BDRs de ETFs se destacaram. Isso porque os ativos estão expostos principalmente ao dólar, que no ano teve uma valorização de 9,7%.

O iShares US Financials ETF, negociado com o ticker BIYF39, foi quem teve o melhor desempenho, já que encostou nos 45% de retorno. Na sequência está o iShares US Technology (BIYW39), com 43,7%, seguido pelo iShares Select Dividend ETF (BDVY39), com 41%.

BIYF39

Este BDR de ETF começou a ser negociado no Brasil a partir de novembro de 2020. Seu foco é no setor financeiro, já que está exposto a bancos, seguradoras e empresas de cartão de crédito dos Estados Unidos. O ativo segue o índice Dow Jones U.S. Financials Capped. Ele é gerido pela BlackRock e é negociado na bolsa de valores de Nova York (NYSE) desde maio de 2000.

BIYW39

Já o segundo lugar em rentabilidade tem foco em grandes empresas de tecnologia, principalmente relacionadas a eletrônicos, softwares e companhias de tecnologia da informação. O benchmark é o índice Dow Jones U.S. Technology, que investe em empresas como Apple, Microsoft, Alphabet (dona do Google), Meta (Facebook), Nvidia e Adobe. A gestora também é a BlackRock.

BDVY39

O terceiro colocado é negociado pelo ticker BDVY39 e está exposto as empresas que pagam os maiores dividendos dos Estados Unidos. O ETF, criado pela Black Rock, replica o iShares Select Dividend ETF, que tem na sua carteira cerca de 100 ações de companhias negociadas tanto na NYSE como na Nasdaq. Estas são empresas que vêm pagando os maiores dividendos dos últimos cinco anos.

Quintuplica número de ETFs na Bolsa

O número de papeis na modalidade aumentou de 30 em 2020 para mais de 170 até dezembro de 2021. O empurrão é justificado pelo acesso aos ETFs internacionais pelo investidor de varejo, já que no primeiro trimestre de 2021 passaram a ser negociados na B3.

Hoje, o volume financeiro médio dos fundos de índices já ultrapassa os R$ 2 bilhões/dia e a quantidade de cotistas supera os 600 mil.

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Invista com rentabilidade altíssima alavancando seus ganhos! Invista em Índice!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!