Siga nossas redes

Cafeína

Comprar à vista ou parcelado? Veja quando cada opção é mais vantajosa

Com a taxa de juros em alta, fazer um planejamento antes de comprar algum bem ou serviço de maior valor à vista se faz necessário.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Com a taxa de juros em alta, fazer um planejamento antes de comprar algum bem ou serviço de maior valor à vista se faz necessário, já que ao investir em títulos mais seguros como os do governo é possível ter bons retornos com menores riscos.

A conta básica a ser feita para saber quando vale a pena comprar à vista ou parcelado é saber o desconto que será concedido na compra. Se ele for maior que o rendimento de uma aplicação, como o Tesouro Selic 2025, em que o retorno pago será a taxa Selic mais 0,07%, vale a pena fazer o pagamento à vista. Este título é o mais indicado neste caso já que sofre menos marcação a mercado quando comparado as outras modalidades do Tesouro, como os títulos prefixados e os atrelados ao IPCA (indexador da inflação).

Porém, os títulos públicos têm incidência de Imposto de Renda, da mesma forma que os CBDs de liquidez diária. Logo, deve ser levado em consideração o retorno real, ou seja: já descontadas as taxas e IR.

Uma outra opção são as Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócios (LCI – LCA), já que não sofrem desconto de IR.

Segundo o planejador financeiro da Finacap Investimentos, Alexandre Brito, antes de tudo deve ser analisado o perfil de cada pessoa, já que alguém que não tenha controle financeiro deve optar por pagar as compras à vista. “Se alguém nunca conseguiu controlar suas despesas, fazer mais contas pensando em ter um maior retorno lá na frente pode acabar criando um efeito bola de neve”, disse.

dois itens apontados pelo planejador que não devem ser considerados para parcelar jamais são o cartão de crédito e o cheque especial. “Estes itens têm o maior juro do mercado, logo, devem ser completamente evitados na hora de escolher qual item parcelar”. Somado a isso, contas recorrentes, como: mercado, feira, açougue, combustível ou a conta de água também não devem ser considerados para parcelamento. O risco é de comprometer as contas fixas, segundo o planejador da Finacap.

Assista ao Cafeína com Samy Dana e Dony De Nuccio e veja em quais situações vale a pena parcelar ou pagar à vista.

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10