Siga nossas redes

Cafeína

Tesla já vale mais que Volkswagen, Toyota, Ferrari, Ford e Honda juntas

A companhia fundada pelo bilionário Elon Musk, o segundo homem mais rico do mundo, é avaliada hoje em mais de 630 bilhões de dólares.

Publicado

em

A companhia fundada pelo bilionário Elon Musk, o segundo homem mais rico do mundo, é avaliada hoje em mais de 630 bilhões de dólares (segundo dados de 17 de dezembro). Recentemente, o valor de mercado da montadora subiu mais de 40 bilhões de dólares após o anúncio da inclusão do papel no S&P 500, o principal índice do mercado de ações dos estados unidos.

A adesão ao índice americano deverá ajudar a expandir a base de acionistas da montadora, dado o grande número de fundos e investidores institucionais que buscam exposição a ele. Vale dizer que existia uma grande expectativa para a entrada da montadora de carros elétricos no S&P 500. Os fundos passivos poderão passar a comprar as ações, e a expectativa é que a Tesla possa gerar cerca de 100 bilhões de dólares no mercado.

Recentemente, as ações da Tesla tiveram um split. Isso significa que seus papéis estavam caros e foram divididos para assim reduzir o seu valor, e consequentemente, aumentar o volume das ações para quem já é investidor. As ações negociadas na Nasdaq foram divididos em cinco, já que estavam sendo negociados a mais de dois mil dólares por ação. Depois deste split, as ações passaram a valer pouco mais de 400 dólares.

Porém, em questão de meses após esse desdobramento, os papéis da companhia já estavam batendo novos recordes. Só em 2020, a performance das ações subiu mais de 650%. Por isso existia grande expectativa da Tesla ser incluída no índice S&P 500.

O interessante é que a montadora de carros 100% elétricos não vende, nem de perto, o que as maiores montadoras do mundo comercializam todos os anos. A Toyota vende cerca de dez milhões de unidades anualmente, e a Volkswagen também. A General Motors vende em média  7 milhões de carros nesse mesmo período. Já a Tesla emplacou 367 mil veículos em 2019.

Para especialistas, a montadora tem o trunfo da reputação de “primeira grande montadora 100% elétrica do mundo”, enquanto as gigantes estão correndo para eletrificar seu portfólio. E isso de fato vem acontecendo. Tanto a General Motors como a Ford estão fazendo inúmeros movimentos nesse sentido.

Se for analisado o desempenho de suas ações desde que foi lançado o seu IPO (oferta inicial de ações) em 29 de junho de 2010, os papeis da Tesla tiveram um crescimento de mais de 16.535%. Segundo a Economatica, os BDRs (recibos de ações) que se mostraram os melhores investimentos nos últimos doze meses foram disparado o da montadora de Elon Musk. Os recibos da TSLA34 cresceram 880% até 15 de dezembro.

Segundo analistas da Easynvest, era esperado essa tendência de alta no valor das ações da companhia. Porém, uma alta ainda mais acentuada a curto prazo não é justificável.

Para muitos, a alta das ações da montadora é vista como uma possível bolha por estarem acima do esperado. Porém, nunca se sabe o que Elon Musk pode vir a lançar em um futuro próximo que venha a justificar esse movimento, já que até foguetes a um menor custo parece ter também se tornado sua especialidade.

Leia mais:
Tesla, Mercado Livre, Apple e Amazon: os 4 BDRs mais negociados em 2020

Invista na Apple, Amazon, Google, Disney, Netflix em poucos cliques e com taxa ZERO de corretagem! Invista em BDR

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!