Siga nossas redes

Cafeína

Trump ou Biden? Quem ganha e quem perde com as eleições nos EUA?

No Cafeína de hoje, Dony e Samy trazem o perfil completo dos dois candidatos à Casa Branca além de informações relevantes ao investidor com os prós e contras de ambos os governos.

Publicado

em

Esta terça-feira (03) será o dia D nos Estados Unidos. Além de ser o dia oficial das eleições americanas, também será desenhado um novo Congresso. Seja ele representado em 2021 por republicanos ou democratas, essa definição impacta diretamente em todas as decisões do novo governo que se forma.

LEIA MAIS:

Segundo projeções, o democrata Joe Biden lidera as pesquisas. A revista The Economist aponta Biden com 80% da preferência dos votos. Já o renomado site 538 (five thirty eight) indica um número ainda maior: 88% das intenções para o democrata. Porém, as pesquisas são apenas um termômetro e não uma definição, já que o sistema eleitoral dos EUA é bem complexo.

Há quatro anos, a candidata à presidência Hillary Clinton esteve à frente de Trump com pelo menos 3 milhões a mais de votos. Porém, quem definiu a vitória do republicano foi o número de colegiado eleitoral, e não de voto popular. Os estados americanos, em principal os estados chave, são quem definem as eleições.

Apesar de as pesquisas apontarem em uma direção, ainda não se sabe ao certo o que acontecerá com o mercado mundial após o resultado. Porém, ficam questionamentos que podem ser respondidos com previsões: o que deve acontecer com as ações listadas na Bolsa brasileira se Trump surpreender de novo? Será que o dólar deve subir ainda mais? Ou, o real pode ser valorizado caso Biden vença? E o mercado americano, tem um candidato predileto?

Do ponto de vista do mercado, Biden e Trump têm perfis muito diferentes. Apesar de ser do partido republicano, considerado mais liberal, Trump governa de maneira protecionista. E isso afeta negativamente o comércio mundial e o mercado como um todo. Basta lembrar da guerra comercial com a China em 2018 e como isso derrubou os mercados.

Já o partido democrata que tende a ser mais protecionista, tem adotado uma postura contrária. Biden pretende retomar a visão de cooperação internacional o que pode beneficiar o comércio global.

No Cafeína de hoje, Samy Dana e Dony De Nuccio trazem o perfil completo dos dois candidatos à Casa Branca além de informações relevantes ao investidor com os prós e contras de ambos os governos.

Leia também:

Dólar deve perder força se Biden vencer eleições, diz economista

Como funcionam as eleições nos EUA

Ganhe dinheiro com as variações cambiais enquanto seu patrimônio fica protegido. Invista em Dólar!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!