Siga nossas redes

Economia

Futuro próximo das moedas emergentes dependerá do comportamento do iuan chinês

Relatório do banco Société Générale aponta que ativos de mercados emergentes têm poucas chances de romper faixas recentes de oscilação por consequência da inflação alta.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 1 minuto

Cédulas de 100 iuanes são vistas em uma máquina de contagem enquanto um funcionário as conta em uma agência de um banco comercial em Pequim, China, 30 de março de 2016. REUTERS/Kim Kyung-Hoon

O destino das moedas de mercados emergentes mais amplos estará ligado aos movimentos do iuan chinês no futuro próximo, com os ativos de mercados emergentes com poucas chances de romper faixas recentes de oscilação por consequência da inflação alta e persistente e das instáveis perspectivas para a economia mundial, disse o banco Société Générale em relatório divulgado nesta sexta-feira (27).

“As relações comerciais e a dependência de commodities entre a China e outras economias emergentes se intensificaram na última década e se estenderam até movimentos paralelos nos ativos financeiros”, disse o banco francês no documento.

O relatório destacou que divisas da América Latina e Ásia e o rand sul-africano estão suscetíveis a desvalorização no curto prazo em razão de suas ligações com a moeda chinesa, que cai 5,2% frente ao dólar no acumulado de 2022.

Veja também

Investir em Ações é ainda mais fácil com taxa de corretagem ZERO! Aproveite agora

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu