Siga nossas redes

Economia

IGP-M sobe 0,64% em outubro, afirma FGV

Em 2021, o índice acumula inflação de 16,74%.

Publicado

em

IGP-M é referência para a correção de valores de contratos, como os de aluguel de imóveis.
Vista do Edifício Copan, região central

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) avançou 0,64% em outubro, após cair 0,64% em setembro, informou nesta quinta-feira (28) a Fundação Getulio Vargas. O resultado ficou acima do teto das estimativas do mercado coletadas pelo Projeções Broadcast, de 0,61%. A mediana da pesquisa indicava alta de 0,30%.

Com o resultado, o IGP-M acumulado em 12 meses desacelerou de 24,86% em setembro para 21,73% em outubro, acima da mediana da pesquisa, de 21,36%. Em 2021, o índice acumula inflação de 16,74%.

A aceleração do IGP-M foi puxada pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA-M), que saiu de deflação de 1,21% em setembro para alta de 0,53% em outubro. O índice avança 26,0% em 12 meses e 19,78% no acumulado de 2021.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC-M) arrefeceu de 1,19% para 1,05% no período e acumula inflação de 9,50% em 12 meses e de 7,41% em 2021. O indicador acumula alta de 9,50% em 12 meses e de 7,41% no ano.

O Índice Nacional de Custos da Construção (INCC-M) acelerou de 0,56% em setembro para 0,80% em outubro, como informou a FGV nesta terça-feira, 26. O indicador acumula alta de 15,35% em 12 meses e de 12,88% em 2021.

Veja também

Investir é mais fácil do que você imagina. Aqui tem o investimento ideal para o seu perfil. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!