Siga nossas redes

Economia

Minério de ferro tem novo recorde na China após previsões mais baixas da Vale

Item já ganhou mais de 80% este ano, tornando-se a commodity com maior destaque em 2020.

Publicado

em

por

Reuters
Navio esperando para ser carregado com minério na Austrália REUTERS/David Gray

Os contratos futuros do minério de ferro negociados na China renovaram uma máxima recorde nesta quinta-feira (3), depois que a mineradora Vale (VALE3) revelou metas de produção que ficaram aquém das previsões, aumentando preocupações sobre uma fraca oferta do produto importado.

O minério de ferro na bolsa de Dalian encerrou com alta de 1,7%, a 937 iuanes (US$ 142,86) a tonelada, perto de seu pico de 941,50 iuanes.

Agora o contrato já ganhou mais de 80% este ano, tornando-se a commodity “mais quente” de 2020.

A Vale reduziu sua projeção de produção para 2020 para 300 milhões a 305 milhões de toneladas, de uma meta anterior de pelo menos 310 milhões de toneladas.

A previsão de produção de 2021, de 315 milhões a 335 milhões de toneladas também decepcionou alguns analistas.

O minério de ferro no mercado à vista saltou US$ 2,50 nesta quinta-feira, para US$ 136 a tonelada, o maior valor desde dezembro de 2013, de acordo com dados da consultoria SteelHome.

Ganhe dinheiro com as variações cambiais enquanto seu patrimônio fica protegido. Invista em Dólar!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!