Siga nossas redes

Economia

Servidores do Tesouro e avaliam greve, diz sindicato

Trabalhadores entregaram 70% dos cargos comissionados no órgão.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 1 minuto

Prédio do Ministério da Economia com fachada manchada de tinta lançada por manifestantes que protestaram contra ministro Paulo Guedes, em Brasília 07/10/2021 REUTERS/Adriano Machado

Servidores do Tesouro Nacional pediram exoneração nesta sexta-feira (13) de 70% dos cargos e funções em comissão do órgão, afirmou a Unacon Sindical, ressaltando que também deve ser analisada a convocação de uma greve.

Nota da entidade, que representa a categoria de Finanças e Controle, afirma que a decisão de entregar os cargos foi tomada em assembleia geral diante da ausência de proposta do governo de reestruturação da carreira.

“Os servidores do Tesouro destacam que, desde a última recomposição salarial a inflação acumula alta de 25,1%, enquanto o prazo legal para reestruturação este ano está se exaurindo”, diz a nota.

A categoria já vem fazendo paralisações parciais das atividades, com atrasos pontuais na apresentação de indicadores, e informou que organizará nova assembleia para discutir a adoção de greve por tempo indeterminado.

Entre as reivindicações, estão reajuste salarial, reestruturação de carreira e exigência de nível superior para novos ingressos por concurso.

Procurado, o Ministério da Economia disse que não vai comentar.

Este conteúdo é de cunho jornalístico e informativo e não deve ser considerado como oferta, recomendação ou orientação de compra ou venda de ativos.

Invista de um jeito simples, sem economês. Aproveite a plataforma mais simples do mercado. Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10