Siga nossas redes

Economia

Setor de serviços decepciona em outubro com 2ª queda consecutiva

O setor recuou 1,2% na passagem de setembro para outubro, acumulando retração de 1,9% considerando a queda de setembro.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

setor de serviços
Segurança monitora entrada de lojas em Copacabana, no Rio de Janeiro, em meio a surto de Covid-19. 20/07/2020 REUTERS/Sergio Moraes

A atividade no setor de serviços –a de maior peso na economia brasileira– frustrou expectativas e contraiu na margem pelo segundo mês consecutivo em outubro, somando-se a outros dados recentes apontando esfriamento da recuperação enquanto a inflação segue alta e as condições financeiras ficam mais restritas.

O setor recuou 1,2% na passagem de setembro para outubro, acumulando retração de 1,9% considerando a queda de setembro, mostraram dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira. Os dados são ajustados sazonalmente.

Ante outubro de 2020, houve avanço de 7,5%, com crescimento em quatro das cinco atividades e oitava taxa positiva seguida.

Analistas consultados pela Reuters projetavam alta mensal de 0,1%, com ganho de 9,5% na comparação anual.

Com o resultado negativo de outubro, o segmento reduziu a distância em relação ao patamar pré-pandemia –está agora 2,1% acima dessa linha, de 3,3% em setembro e 4,1% em agosto– e fica 9,3% abaixo do recorde alcançado em novembro de 2014.

Quatro das cinco atividades investigadas recuaram no mês de outubro, com destaque para serviços de informação e comunicação (-1,6%), que apresentaram a segunda taxa negativa consecutiva, acumulando retração de 2,5%.

“O segmento que mostrou o principal impacto negativo foi o de telecomunicações. Essa queda é explicada pelo reajuste nas tarifas de telefonia fixa, que avançaram 7,33% nesse mês. Essa pressão vinda dos preços, acabou impactando o indicador de volume do subsetor”, disse Rodrigo Lobo, gerente da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS).

Veja também

  • O que fez o desempenho dos papéis da Magalu cair tanto no último ano?
  • Como os investimentos são afetados pelo come-cotas?
  • Transição energética pode ameaçar o futuro dos negócios da Petrobras? Entenda
  • Apple vale quase US$ 3 tri: como ficam os BDRs?; Vale sobe com minério de ferro
Anúncio Patrocinado Super Week Temporada de balanços Super Week Temporada de balanços
ANÚNCIO PATROCINADO      Conheça a carteira recomenda de dividendos

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Carteira Top 10