Siga nossas redes

Finanças

30 ações do Ibovespa já pagam dividendos acima da Selic. Será que isso é bom?

Especialistas recomendam cautela ao montar uma carteira com empresas que pagam bons proventos: nem sempre elas são a melhor opção.

Publicado

em

investir

Das 76 ações listadas no Ibovespa, o principal índice da B3, 30 estão pagando um retorno com dividendos (dividend yield, em inglês) acima da taxa Selic, hoje no piso histórico de 2,25% ao ano. Os dados são da plataforma de informações financeiras TradeMap. Mas o argumento de que compensa migrar parte dos investimentos em renda fixa para uma carteira de dividendos, porque ela rende mais, recebe críticas de analistas do mercado.

LEIA MAIS:

Dividendos ou Juros sobre Capital Próprio (JCP) são a parte do lucro que a empresa distribui aos acionistas. Via de regra, elas destinam 25% dos seus ganhos do ano anterior. Ou seja, os lucros de 2019 estão sendo pagos agora, em 2020. Já o dividend yield é o percentual que a companhia paga em dividendos em relação ao preço de sua ação.

Entre as 30 empresas com proventos acima da Selic, destacam-se entre as mais generosas a TOTVS (TOTS3), com retorno de 57,69%, as ações ordinárias e preferenciais do Bradesco (BBDC3; BBDC4), pagando ao redor de 17%, e a Qualicorp (QUAL3), com cerca de 14% (veja a lista completa abaixo).

No Ibovespa, o dividend yield de 12 meses até 25 de junho era de 3,79% – o que equivale a 168% da Selic, segundo o TradeMap. Traduzindo: a expectativa de retorno com dividendos do índice é maior do que se você deixar seu dinheiro em uma aplicação que rende 100% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), mesmo que ela seja livre de Imposto de Renda.

Apesar de essa ser uma novidade (e tanto) no Brasil, especialistas recomendam cautela. “É preciso tomar muito cuidado ao fazer essa análise de maneira isolada”, afirma Carlos Daltozo, analista da Eleven Financial. Em sua visão, nem sempre uma ação que paga bons dividendos tem um bom potencial de valorização.

É o caso da Smiles (SMLS3), por exemplo, que tinha um dividend yield bem acima da média, de 9,47%, mas a ação acumula um retorno negativo superior a 60% em 2020, sofrendo com a suspensão da incorporação de seu programa de fidelidade com a Gol (GOLL4). Mesmo pagando bons dividendos, o investidor perdeu feio com o valor dos papéis. Já a ação da seguradora odontológica Odontoprev (ODPV3), com um dividend yield de 2,06%, cai bem menos na bolsa, ao redor de 15% em 2020.

Lucro menor, dividendo no chão

O professor de economia do Insper, Gilberto Braga, explica que os proventos ficaram mais vantajosos que a Selic por dois fatores: a forte queda dos juros para um patamar nunca visto e o fato de empresas de médio e grande portes terem tido uma boa performance financeira em 2019, enquanto o país estava em uma rota de recuperação.

“Dificilmente esse cenário se repetirá em 2020, porque mesmo que os juros fiquem ainda mais baixos, a maioria das empresas do Ibovespa foi seriamente afetada pela Covid 19 e terá lucros menores ou até mesmo prejuízo”, avalia Braga, para quem o próximo ano será de pagamentos bem mais modestos.

Braga lembra que hoje há um descompasso entre a alta no preço das ações, que reflete a expectativa de ganho futuro das empresas, e os resultados ruins apresentados por elas em razão da pandemia. O mercado estima que o lucro das empresas deve recuar em torno de 17% em 2020. “Pode haver dividendos baixos ou nenhum dividendo, posto que eles serão calculados com base nas demonstrações financeiras encerradas em 31 de dezembro”, explica.

AS MAIS GENEROSAS

Veja as 30 empresas do Ibovespa com dividend yield superior à Selic em 25/06/20:

AçãoEmpresaProvento por papelDividend yield
 UGPA3     ULTRAPAR      R$   0,44 2,40%
 TIMP3     TIM PART S/A  R$   0,35 2,46%
 JBSS3     JBS           R$   0,54 2,49%
 HYPE3     HYPERMARCAS   R$   0,94 2,68%
 B3SA3     B3            R$   1,49 2,71%
 CSNA3     SID NACIONAL  R$   0,31 2,77%
 ABEV3     AMBEV S/A     R$   0,42 2,94%
 ENBR3     ENERGIAS BR   R$   0,53 2,97%
 KLBN11    KLABIN S/A    R$   0,63 3,09%
 PETR4     PETROBRAS     R$   0,70 3,25%
 CYRE3     CYRELA REALT  R$   0,78 3,37%
 EGIE3     EGIEE         R$   1,46 3,42%
 HGTX3     CIA HERING    R$   0,51 3,52%
 FLRY3     FLEURY        R$   0,89 3,57%
 BRKM5     BRASKEM       R$   0,84 3,59%
 MRVE3     MRV           R$   0,74 4,13%
 BBAS3     BRASIL        R$   1,41 4,29%
 CCRO3     CCR RODOVIAS  R$   0,76 4,86%
 VIVT4     TELEF BRASIL  R$   2,85 5,79%
 ITUB4     ITAUUNIBANCO  R$   1,91 7,31%
 BRML3     BR MALLS PAR  R$   0,80 7,80%
 TAEE11    TAESA         R$   2,21 7,82%
 ITSA4     ITAUSA        R$   0,82 8,20%
 SANB11    SANTANDER BR  R$   2,71 9,27%
 RENT3     LOCALIZA      R$   5,08 12,24%
 BBSE3     BBSEGURIDADE  R$   4,16 14,34%
 QUAL3     QUALICORP     R$   4,14 14,38%
 BBDC3     BRADESCO      R$   3,34 17,02%
 BBDC4     BRADESCO      R$   3,65 17,07%
 TOTS3     TOTVS         R$ 13,31 57,69%
  • Fonte: TradeMap

Ganhe dinheiro sendo sócio das maiores empresas do Brasil: Invista pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.