Siga nossas redes

Finanças

Ação da Vale derrete quase 3% com receios sobre produção no 2° semestre

Queda acontece após a companhia apontar que a pandemia afetou a produção do minério de ferro no primeiro semestre.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 2 minutos

vale
Foto: Divulgação

A ação da Vale (VALE3) chegou a cair quase 3% nesta terça-feira (21), pressionando para baixo o principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa. O recuo acontece após a companhia divulgar um relatório apontando que a pandemia da Covid-19 afetou a produção do minério de ferro, seu principal produto exportador.

Segundo o relatório de produção divulgado na noite de segunda-feira (20), a companhia produziu 127,2 milhões de toneladas de minério de ferro entre janeiro e junho, o que representa um recuo de 7,1% em comparação a um ano antes.

No documento, a companhia sinalizou que os efeitos provocados pela pandemia ainda serão sentidos no segundo semestre deste ano. A estimativa é de que a doença tenha um efeito negativo de 6,3 milhões de toneladas na segunda metade do ano.

Meta mantida

Apesar disso, a companhia decidiu manter a meta de produção para a commodity em 2020, perto de 310 milhões de toneladas, o que gerou receio entre analistas de que a mineradora não seja capaz de cumprir o objetivo por conta da pandemia. 

Apesar do cenário não tão favorável à mineradora, analistas do BTG Pactual reforçaram a recomendação de compra no papel da companhia, avaliado pela equipe como “inegavelmente barato sob qualquer métrica”. “Com a recuperação da China, estamos confiantes que a Vale pode ter uma performance acima do esperado no curto prazo”, escreveu o banco em relatório da clientes.

Negociada em torno de R$ 59,35, a ação da Vale acumula valorização ao redor de 11% desde o início do ano.

Vendas do minério

Nos primeiros seis meses do ano, a venda de minério de ferro caiu 9,4%, para um volume de 106,271 milhões de toneladas. Em pelotas, ainda de abril a junho, o volume vendido caiu 21,4% na relação anual, para 6,950 milhões de toneladas.

Esse volume representa um recuo de 4,9% ante os três meses anteriores. No primeiro semestre do ano a queda das vendas de pelotas foi de 32,6%, para 14,261 milhões de toneladas.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Seja sócio das maiores empresas do Brasil com corretagem ZERO! Invista em Ações

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Carteira de Dividendos Julho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu