Siga nossas redes

Finanças

Dólar sobe a R$ 4,21 e bolsa volta a fechar no vermelho

Coronavírus ainda causa preocupação. Na terça (28), índice fechou com alta de 1,78%.

Publicado

em

B3 Bolsa

O Ibovespa, principal índice de ações do Brasil, fechou em queda nesta quarta-feira (29). Investidores reagiram à manutenção da taxa de juros nos Estados Unidos, divulgada nesta tarde. No radar também esteve a notícia de que a Federação Única dos Petroleiros (FUP) definiu pela greve a partir do dia 1º de fevereiro (sábado).

O Ibovespa fechou em queda de 0,94%, a 115.384 pontos.  Na semana, acumula agora perda de 2,53% e volta para o vermelho no acumulado do mês (-0,23%).

Já o dólar comercial subiu 0,59%, negociado a R$ 4,219 por volta do mesmo horário.

No exterior investidores esperaram por desdobramentos do surto causado pelo coronavírus e aguardaram pelo anúncio do Banco Federal Central (FED) dos Estados Unidos sobre as taxas de juros no país.

Internamente, o foco dos investidores continuou nas notícias sobre o alastramento do vírus e os possíveis efeitos sobre a economia chinesa e mundial. Nesta quarta, foram confirmados casos de infecção por coronavírus no Oriente Médio. O vírus já causou 130 mortes, cerca de 6 mil pessoas foram infectadas na China e 16 países já foram afetados.

Começou a temporada de balanços do quarto trimestre das empresas brasileiras. Os primeiros resultados não confirmaram a euforia do fim do ano passado. As ações da Cielo (CIEL3) recuaram 4%, após a empresa A Cielo, maior empresa de meios de pagamentos anunciar um lucro líquido de R$ 1,58 bilhão em 2019, uma queda de 49,7%.

O Santander Brasil (SANB11) apresentou lucro líquido gerencial de R$ 3,726 bilhões no quarto trimestre, cifra 9,43% maior do que no mesmo período de 2018. O papel do banco recuou 1,86% na sessão.

*Com Estadão Conteúdo

Anúncio Patrocinado Dinheiro parado? Não mais! Invista e mudo o jogo! Dinheiro parado? Não mais! Invista e mudo o jogo!

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.