Siga nossas redes

Finanças

Fundos têm pior desempenho desde abril após resgate líquido de R$ 63 bilhões

Em 2020 a captação dos fundos de investimento caiu para R$ 134,84 bilhões; risco fiscal, inflação e volatilidade contribuíram

Publicado

em

por

Investnews
investir

Aparentemente, não foi apenas o Ibovespa que acumulou perdas em outubro. A captação dos fundos de investimento também sofreu em meio a tensões no Brasil e no cenário externo, além da disparada do câmbio. A indústria de fundos teve uma saída líquida de recursos de R$ 63,05 bilhões, maior queda desde o mês de abril quando a pandemia afetou o mercado. Na época a queda na captação de recursos para os fundos foi de R$ 80,5 bilhões.

LEIA MAIS: Já ouviu falar nos fundos quant? Eles surfaram na crise

Com esses tombos, em 2020 a captação dos fundos caiu para R$ 134,84 bilhões, 46,15% menor do que em 2019, quando os fundos tiveram aportes líquidos de R$ 250,4 bilhões.

Segundo a Anbima, esse resgate de recursos pode ser fruto das incertezas no curto prazo, especialmente com o risco fiscal e a volatilidade no mercado de ações, além da forte alta da inflação em outubro, que afetou principalmente as carteiras mais conservadores entre estas a de títulos públicos prefixados.

Destaques negativos

A maior queda foi da renda fixa, a captação recuou R$ 50,87 bilhões em outubro, puxando também a captação anual para queda de R$ 30,46 bilhões. A subcategoria renda fixa duração baixa grau de investimento- com o maior patrimônio líquido de R$ 514,75 bilhões- teve resgate de R$ 19,22 bilhões no mês, acumulando uma saída de recursos de R$ 170,27 bilhões no ano.

Recuaram também em outubro: os fundos FIDC (-R$ 14,58 bilhões), fundos de previdência (-R$ 2,87 bilhões), fundos cambiais (-R$ 0,18 bilhões) e ETFs (-R$ 0,02 bilhões).

Destaques positivos

No lado oposto, os fundos multimercado tiveram a maior captação de recursos na ordem de R$ 4,94 bilhões. A melhor subcategoria foi dos multimercados com investimentos no exterior, com patrimônio líquido de R$ 532,51 bilhões. Estes tiveram um ingresso de R$ 2,99 bilhões em outubro e acumularam uma captação líquida de R$ 40,37 bilhões no ano.

Os fundos de ações registraram a entrada de recursos de R$ 0,02 bilhão em outubro. Com destaque para a categoria de ações livre, com captação líquida de R$ 0,63 bilhão no mês e R$ 43,43 bilhões em 2020.

Diversifique a sua carteira e deixe que um gestor especializado cuida pra você! Invista em Fundos de Investimento!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!