Siga nossas redes

Finanças

Ibovespa volta aos 100 mil pontos puxada pelo exterior; dólar cai

Mercados internacionais se recuperam com retomada dos testes.

Publicado

em

por

InvestNews
bolsa de valores

O Ibovespa voltou aos 100 mil pontos nesta segunda-feira (14), seguindo o bom desempenho das bolsas americanas, que dispararam com a retomada dos testes da vacina desenvolvida pela farmacêutica anglo-sueca AstraZeneca. Dow Jones subiu 1,18%, enquanto S&P 500 e Nasdaq avançaram 1,27% e 1,87%, respectivamente.

O principal índice da B3 fechou em alta de 1,94% aos 100.274 pontos. No mês, o Ibovespa sobe 0,91% e no ano ainda cede 13,29%. O giro financeiro foi de R$ 24 bilhões

Os bancos ajudaram a firmar os ganhos do dia. As ações do Itaú Unibanco (ITUB4) subiram 1,78%. Enquanto o Banco do Brasil (BBAS3) fechou em alta de 1,41% e o Bradesco (BBDC4) avançou 1,17%.

Já as commodities, é o caso da Petrobras pressionaram o índice. As ações ordinárias da companhia (PETR3) recuaram 1% e as preferencias (PETR4) caíram 0,91%. O preço do petróleo sofreu ajuste pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) que revisou a demanda pela commoditie para 2021, acreditando em uma recuperação mais lenta da economia global.

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa nesta segunda-feira (14). O barril WTI para outubro teve queda de 0,19%, a US$ 37,26. Enquanto o Brent para novembro caiu 0,55%, a US$ 39,61.

o minério de ferro negociado no porto chinês de Qindgao fechou em alta de 1,40%, a US$ 130,17 a tonelada. E as ações da Vale (VALE3) cederam 0,06%.

O Banco Central informou que seu Índice de Atividade (IBC-Br) subiu 2,15% em julho ante junho, abaixo da mediana estimada de 3,30%. Contudo foi o terceiro mês de recuperação do índice, que representa uma previa do Produto Interno Bruto (PIB). Nas projeções do boletim Focus a situação também melhorou, a retração da economia para 2020 foi revisada de 5,31% a 5,11%.

No câmbio, o dólar virou para a queda após duas altas consecutivas. O dólar comercial fechou em baixa de 1,09%, cotado a R$ 5,275. Na máxima do dia, a moeda americana chegou a R$ 5,322.

O real foi a moeda com melhor desempenho no mercado internacional nesta segunda-feira, considerando uma cesta das 34 divisas mais líquidas. No mercado futuro, o dólar para outubro era negociado em queda de 0,83%, em R$ 5,2795 às 17h. Nas mesas de operação, traders seguem mencionando a questão fiscal do Brasil como um limitador para uma valorização mais expressiva do real.

Destaques da Bolsa

Entre os destaques negativos estavam as ações dependentes do petróleo. É o caso da PetroRio (PRIO3), maior queda do dia, que recuou 1,54%. Seguida da Petrobras (PETR3;PETR4) com baixa de 1% e 0,91%, respectivamente.

O destaque positivo do dia foi da Yduqs (YDUQ3), as ações da companhia dispararam 7,96% com notícia de possível compra do Grupo Laureate pelo Ser Educacional. A Yduqs anunciou que também deve entrar disputa.

Subiram também as ações da Gol (GOLL4) e Cielo (CIEL3) que avançaram 7,29% e 6,98%, respectivamente.

Bolsas americanas

As bolsas em Nova York fecharam em alta nesta segunda-feira, 14, ligada à disposição de investidores em tomar riscos, com notícias positivas sobre as pesquisas para o desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus. A alta foi impulsionada no setor de tecnologia, mas houve desaceleração ao longo do pregão.

O índice Dow Jones fechou em alta de 1,18%, em 27.993,33 pontos, o S&P 500 avançou 1,27%, a 3.383,54 pontos, e o Nasdaq subiu 1,87%, a 11.056,65 pontos.

Após a última semana, com o que o Commerzbank chamou de “Techxit”, quando o Nasdaq sofreu a maior queda semanal consecutiva desde março, “as ações de tecnologia estão lutando para compensar as perdas”, segundo o banco.

A Oracle confirmou nesta segunda-feira que foi escolhida pela chinesa ByteDance para fechar parceria na aquisição do TikTok, o que ajudou a elevar as ações da empresa em 4,32%.

O papel da Apple avançou +3,00%, e a Microsoft teve ganho de +0,68%. Por sua vez, Facebook e Amazon operaram em alta, mas perderam força. A +3,50% pela manha, O Facebook terminou o dia em recuo de -0,17%, enquanto a Amazon que chegou a registrar +1,85%, mas caiu 0,43%. A tendência foi semelhante à do Nasdaq, que chegou a registrar alta de 2,27% ao longo do dia, mas desacelerou.

Sobre a covid-19, a LPL Research indicou que nos EUA as “hospitalizações caíram na semana passada e recuaram cerca de 17% em setembro”. Segundo ela, há “otimismo com a vacina”, com AstraZeneca retomando testes após a suspensão da segurança, embora ainda não nos EUA, enquanto a Pfizer e a BioNTech propunham-se a expandir os estudos.

Já o papel do Citigroup negociado no mercado acionário de Nova York sofreu um tombo de 5,61%, após a notícia da agência Dow Jones Newswires de que a companhia deve sofrer uma reprimenda de reguladores por não ter conseguido melhorar seus sistemas de gerenciamento de risco.

*Com Estadão Conteúdo

Ganhe dinheiro sendo sócio das maiores empresas do Brasil: Invista pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.