Siga nossas redes

Geral

3 fatos para hoje: Negócios da Evergrande suspensos; Barroso assume STF e Lula

Ministro da Fazenda diz que Lula e Campos Neto tiveram reunião produtiva.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 4 minutos

Negócios com ações da China Evergrande são suspensos em Hong Kong

Negócios com ações da incorporadora China Evergrande e de suas afiliadas foram suspensos na Bolsa de Hong Kong nesta quinta-feira (28), segundo comunicado da bolsa.

A suspensão é válida também para as unidades China Evergrande New Energy Vehicle Group e Evergrande Property Services.

A decisão veio após a Bloomberg noticiar que o presidente da Evergrande, Hui Ka Yan, está sob vigilância policial.

A altamente endividada Evergrande está no centro uma crise no setor imobiliário que vem afetando o desempenho econômico da China.

Na quarta-feira, 27, a ação da Evergrande tombou 19% em Hong Kong, acumulando perdas de cerca de 42% nesta semana.

Barroso toma posse na presidência do Supremo Tribunal Federal

O ministro Luís Roberto Barroso será empossado nesta quinta-feira (28) no cargo de presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Ele cumprirá mandato de dois anos e ficará no cargo até outubro de 2025. Barroso substituirá Rosa Weber, que presidiu ontem (27) a última sessão da Corte.

A posse está prevista para começar às 16h e deverá contar com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e dos presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, do Senado, Rodrigo Pacheco, além de outras autoridades dos Três Poderes.

A cerimônia contará com a presença da cantora Maria Bethânia, convidada por Barroso para cantar o Hino Nacional. Cerca de mil pessoas foram convidadas.

Barroso também vai presidir o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O vice-presidente do STF será o ministro Edson Fachin.

Perfil

Barroso chegou ao Supremo em 2013. Ele foi indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff para a vaga deixada pelo ministro Carlos Ayres Britto, aposentado em novembro de 2012 ao completar 70 anos. 

O ministro nasceu em Vassouras (RJ), é doutor em direito público pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e mestre em direito pela Yale Law School, nos Estados Unidos.

Antes de chegar ao Supremo, atuou como advogado privado e defendeu diversas causas na Corte, entre elas a interrupção da gravidez nos casos de fetos anencéfalos, pesquisas com células-tronco, união homoafetiva e a defesa do ex-ativista Cesare Battisti. 

Lula e Haddad participam de reunião no Palácio do Planalto 25/05/2023 REUTERS/Ueslei Marcelino

Lula e Campos Neto tiveram reunião ‘produtiva’ e farão ‘conversas periódicas’, diz Haddad

O primeiro encontro entre o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, desde a posse do novo governo foi “excelente e produtivo”, nas palavras do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que ajudou a intermediar a aproximação. “Lula recebeu bem, a conversa transcorreu muito bem”, afirmou o chefe da equipe econômica a jornalistas na noite da quarta-feira. 27.

  • Você sabe quem é Fernando Haddad? Conheça sua formação, cargos anteriores e mais

A reunião começou com uma hora de atraso, perto das 18h30, e durou 1h20.

Segundo Haddad, não houve uma agenda de tópicos específicos (como a baixa da Selic), mas sim uma agenda para “construção de relação” e de pactuação em torno de “conversas periódicas”.

Ainda de acordo com Haddad, Lula deixou claro no encontro o respeito pela instituição do BC. “E a reciprocidade foi muito boa por parte do Roberto. Foi conversa de alto nível”, disse.

O encontro vem em um momento em que uma parcela dos aliados de Lula reduziu o tom das críticas a Campos Neto e ao BC, justamente por causa do início do ciclo de redução da Selic.

Também ocorre em meio à queda de braço de Haddad com auxiliares e parlamentares do PT em torno do plano de zerar o déficit primário no ano que vem.

O entorno do ministro da Fazenda vê em Campos Neto um aliado de peso na questão fiscal, com interlocução no mercado financeiro e no Congresso, conforme mostrou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo.

*Com Agência Brasil, Estadão Conteúdo e Reuters.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.