Siga nossas redes

Geral

5 fatos para hoje: presidente da Eletrobras renuncia; Bolsonaro e a Coronavac

Segundo Wilson Ferreira Junior a privatização da estatal tem resistência no Congresso e perdeu tração na pandemia.

Publicado

em

por

InvestNews
Wilson Ferreira Junior
Wilson Ferreira Jr., CEO da Eletrobras 31/01/2018 REUTERS/Nacho Doce

1 – Presidente da Eletrobras vê falta de tração para privatização e renuncia; deve assumir BR

Wilson Ferreira Junior decidiu renunciar à presidência da Eletrobras após avaliar que o processo de privatização da elétrica não tem a tração que deveria para ser concluído, segundo explicou o executivo a analistas e jornalistas nesta segunda-feira. Ele deverá assumir a liderança da BR Distribuidora.

Ferreira, que fez carreira no setor privado e foi indicado para assumir o comando da elétrica em junho de 2016, ainda no governo do ex-presidente Michel Temer, permanecerá na função até 5 de março, visando ajudar na transição para um sucessor ainda a ser indicado, segundo informou a elétrica.

Ele foi mantido no cargo na transição para a administração de Jair Bolsonaro, sob expectativas de que liderasse a continuidade de planos para a privatização da companhia.

O executivo, que antes da Eletrobras presidiu por 18 anos a CPFL Energia, destacou que houve empenho e compromisso do Ministério de Minas e Energia para realizar a privatização da Eletrobras, mas que o processo foi adiado durante a pandemia e encontra resistência no Congresso.

2 – China libera exportação de insumos da CoronaVac ao Brasil, diz Bolsonaro

A China liberou a exportação de 5.400 litros de insumos para a produção no Brasil da vacina CoronaVac, e a carga já está pronta para envio ao país, afirmou o presidente Jair Bolsonaro, nesta segunda-feira, em publicação nas redes sociais, acrescentando que o material chegará nos próximos dias.

Bolsonaro afirmou ainda que os insumos para a vacina da AstraZeneca, que são aguardados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para iniciar produção do imunizante, “estão com liberação acelerada”.

Na postagem, Bolsonaro agradeceu a “sensibilidade” do governo chinês.

Em vídeo publicado também em uma rede social após o presidente, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que a continuidade do recebimento dos insumos para a fabricação de vacinas pelo Instituto Butantan “voltou à normalidade” graças à ação diplomática do governo federal com o governo chinês.

3 – Se endividamento for menor, pode debater (auxílio) de até 6 meses, afirma Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta segunda-feira (25), que se a dívida pública for menor do que o esperado poderá permitir o debate sobre a criação de um novo programa, como o auxílio-emergencial, juntamente com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial. Ele voltou a defender que a proposta deve ser analisada antes do Orçamento.

LEIA MAIS: Auxílio emergencial: saques em dinheiro terminam esta semana; veja o calendário

Maia citou o artigo do colunista do “Estadão” Claudio Adilson Gonçalez para comentar a possibilidade. “Se a dívida é menor que o esperado, você pode fazer programa de seis meses, de R$ 200 ou R$ 300, com aqueles mais vulneráveis, o que daria um pouco mais de 1 % do PIB, seria perfeitamente aceitável”, disse.

Na opinião de Maia, o PIB brasileiro crescerá este ano bem menos de 3%, abaixo das expectativas divulgadas pelo governo. Ele afirmou que por conta da demora no início da vacinação contra covid-19 o Brasil terá um crescente número de mortos e uma economia crescendo de forma negativa, o que vai gerar mais desemprego.

Ele afirmou ainda que o governo abriu mão das reformas e das privatizações no ano passado, o que gera incertezas.

4 – Funcionários do Google formarão aliança sindical global

Funcionários do Google em todo o mundo estão formando uma aliança sindical, semanas depois que os trabalhadores da gigante de mecanismo de busca e outras unidades da controladora Alphabet formaram um sindicato para escritórios nos Estados Unidos e Canadá.

A UNI Global Union, que representa cerca de 20 milhões de trabalhadores globalmente, disse nesta segunda-feira que ajudou a formar a Alpha Global, a aliança sindical do Google que inclui vários países como Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Suécia e Reino Unido.

A Alpha Global lutará pelos direitos dos funcionários em tempo integral da Alphabet, bem como dos trabalhadores temporários, fornecedores e contratados, disse a UNI Global.

“Os problemas da Alphabet … não se limitam a nenhum país e devem ser enfrentados em nível global”, disse a secretária geral da UNI, Christy Hoffman.

5 – Senado dos EUA confirma Yellen como primeira mulher no comando do Tesouro

Janet Yellen obteve uma esmagadora confirmação do Senado como a primeira mulher secretária do Tesouro dos EUA nesta segunda-feira, preparando-a para trabalhar com o Congresso em novos estímulos econômicos em razão do coronavírus, na revisão da política de sanções dos EUA e fortalecimento da regulamentação financeira.

O placar de votação no Senado foi de 84-15 para confirmar Yellen, com toda a oposição vindo dos republicanos, vários dos quais expressaram preocupação com a proposta de ajuda de US$ 1,9 trilhão para alívio aos efeitos do coronavírus do presidente Joe Biden, bem como seus planos para impostos e gastos.

O líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, disse que Yellen fez história pela segunda vez, sete anos depois de se tornar a primeira mulher a presidir o Federal Reserve.

*Com Estadão Conteúdo e Reuters

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!