Siga nossas redes

Geral

5 fatos para hoje: saque do FGTS para nascidos em setembro; restituições do IR

Contribuintes podem saber se tiveram sua declaração liberada acessando a página da Receita.

Publicado

em

por

InvestNews
FGTS
FGTS CARTEIRA DE TRABALHO

1 – Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em setembro

Cerca de 5 milhões trabalhadores nascidos em setembro começam a receber hoje (31) R$ 3,2 bilhões em crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

Apesar de a Medida Provisória 946, que instituiu o saque emergencial, ter perdido a validade, a Caixa manteve o calendário de saques, com base no princípio da segurança jurídica. Ao todo, o governo pretende injetar R$ 37,8 bilhões na economia, beneficiando cerca de 60 milhões de pessoas.

2 – Receita paga hoje restituições do 4º Lote do Imposto de Renda

A Receita Federal paga nesta segunda-feira (31) o quarto lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) de 2020. O crédito bancário é para 4.479.172 contribuintes, totalizando o valor de R$ 5,7 bilhões.

Desse total, R$ 248, 63 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade legal: 6.633 idosos acima de 80 anos, 36.155 entre 60 e 79 anos, 4.308 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 17.787 cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 4.414.289 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 19 de junho de 2020.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deve acessar a página da Receita Federal na internet. Na consulta à página da Receita, no Portal e-CAC, é possível acessar o serviço Meu Imposto de Renda e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nessa hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora.

3 – Havan prepara oferta de R$ 10 bi na B3, mas pode esbarrar em governança

A varejista Havan, do empresário Luciano Hang, conhecido pelo apoio incondicional ao presidente Jair Bolsonaro, é mais uma empresa na fila para abrir capital na B3, a Bolsa de São Paulo, em uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) esperada para chegar em R$ 10 bilhões, conforme fontes.

Se a oferta for precificada nesse valor, a empresa será avaliada em R$ 100 bilhões, acima de grande parte das empresas listadas na B3. Ela ficaria abaixo do valor de mercado da varejista mais “queridinha” do mercado, o Magazine Luiza, que vale atualmente R$ 150 bilhões na Bolsa. O documento da Havan ainda não formaliza esses números.

O prospecto preliminar da oferta traz uma carta de Hang aos potenciais investidores. “Eu sou o Luciano Hang, um homem de origem simples, com um começo de história comum a muitos brasileiros. Disléxico, tive muitas dificuldades e só consegui ler aos 12 anos, mas posso dizer que essa limitação só me fez mais criativo. Foi com esta mesma idade que eu decidi montar uma cantina na escola com um amigo, vendíamos bolachas! Com o tempo, as vendas cresceram tanto que a distribuidora dos doces passou a fazer entregas em uma Kombi”, diz a carta.

4 – Pandemia trava obras no setor elétrico

Com dependência pesada de equipamentos importados, produzidos em diversos países do mundo, as concessionárias que atuam na construção de usinas e linhas de transmissão de energia tiveram seus pedidos suspensos. O isolamento social também esvaziou os canteiros de obra. Houve município que baixou decreto impedindo empresas de prosseguirem com as obras.

LEIA MAIS: Entenda a polêmica que dificulta a privatização da Eletrobras

O “Estadão” fez um levantamento com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para verificar qual era o cenário dessas obras no dia 1.º de março, antes da pandemia da covid-19 ser decretada pela Organização Mundial da Saúde – em 11 de março – e como estava a situação de cada um desses empreendimentos no dia 1.º de julho.

Os dados mostram que o número de linhas de transmissão com cronograma atrasado cresceu 40% no intervalo de apenas quatro meses. Em março, havia 25 obras de linhas com atraso. Quatro meses depois, sob os efeitos da pandemia, 35 redes em obras já descumpriam seus cronogramas.

A construção de usinas também sentiu os efeitos da crise. No início de março, 323 obras de novos geradoras apresentavam algum atraso em seus cronogramas. Dados atualizados até 14 de agosto mostram que essa situação já afeta hoje 344 projetos.

5 – PIB da Itália tem contração histórica de 12,8% no 2º trimestre

O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália sofreu contração histórica de 12,8% no segundo trimestre de 2020 ante o primeiro, evidenciando os efeitos da pandemia de covid-19, segundo dados finais divulgados nesta segunda-feira (31) pelo Istat, como é conhecido o instituto de estatísticas do país.

Na comparação anual, o PIB italiano encolheu 17,7% entre abril e junho. Os números finais mostraram que a economia italiana teve desempenho pior do que se imaginava no segundo trimestre. Há um mês, a Istat havia estimado quedas de 12,4% do PIB no confronto trimestral e de 17,3% em relação a igual período do ano passado.

*Com Estadão Conteúdo

Mantenha seu padrão de vida mesmo depois de aposentar. Invista na Previdência Privada Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.