Siga nossas redes

Geral

Ficou Sabendo? Retomada da Gol, IPO da Privalia e investigação contra Didi

Demanda por voos da companhia aérea subiu 20,8% em junho ante maio.

Publicado

em

por

InvestNews
Gol
Reuters/Diego Vara

Demanda por voos da Gol sobe em junho

A companhia aérea Gol (GOLL4) informou nesta segunda-feira (5) dados que mostram continuidade na recuperação do setor aéreo, com alta de dois dígitos na demanda em junho em relação ao mês anterior.

A demanda por voos da companhia aérea subiu 20,8% em junho ante maio, enquanto na comparação anual houve um salto de 281,6%, segundo os dados divulgados em comunicado ao mercado.

Já a oferta da Gol, que seguiu sem realizar voos internacionais, cresceu em um ritmo mais forte que a demanda, de 26,7%, na relação mensal. Ante junho do ano passado, a oferta avançou 260,4%.

Segundo a companhia aérea, a taxa de ocupação das aeronaves fechou junho em 83,9% ante 88% em maio. Um ano antes, a ocupação foi de 79,2%. A empresa transportou 1,21 milhão de pessoas em junho, 1,06 milhão em maio e 320 mil em junho de 2020.

Investigação contra Didi pega acionistas desprevenidos dias após estreia na bolsa

Órgãos reguladores chineses ganharam reputação por serem agressivos, mas mesmo investidores calejados ficaram chocados com o anúncio de uma investigação à empresa de transporte de passageiros por aplicativo Didi apenas dois dias após sua estreia na Bolsa de Valores de Nova York.

Embora o IPO da Didi tenha mencionado que havia alguns riscos regulatórios à operação, não havia indicações de que a Administração do Ciberespaço da China começaria a investigar a empresa e proibiria que ela aceitasse novos usuários durante a revisão.

A Didi afirmou nesta segunda-feira (5) que não estava ciente antes do IPO da investigação anunciada pelo regulador chinês em 2 de julho. As ações haviam fechado em queda de 5,3% na sexta-feira e não estavam sendo negociadas nesta segunda-feira em razão de feriado nos Estados Unidos.

Dois dias depois, o regulador emitiu uma ordem para que o aplicativo da Didi fosse removido das lojas de aplicativos da China, dizendo que a empresa havia coletado dados pessoais de usuários de maneira ilegal.

A notícia pegou desprevenidos seis fundos de investimento que participaram do roadshow da Didi. Uma fonte de um hedge fund afirmou que a notícia do regulador chinês era bizarra e inesperada por ter chegado tão pouco tempo depois do IPO.

O regulador afirmou que suas ações eram para proteger a segurança nacional e os interesses públicos, mas investidores assustados afirmaram que o timing coloca uma sombra sobre os planos de outras empresas de tecnologia chinesas de listar suas ações nos Estados Unidos ou levantar fundos em mercados globais.

BTG Pactual faz parceria com varejista online Privalia, que estuda subscrever IPO

A varejista online Privalia anunciou ao mercado nesta segunda-feira (5) acordo operacional estratégico como banco BTG Pactual (BPAC11), que será investidor âncora em uma eventual oferta pública inicial de ações (IPO) da companhia.

A Privalia havia pedido registro para o IPO junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) em meados de fevereiro.

Segundo o acordo, o BTG Pactual se comprometeu a subscrever e integralizar ações equivalentes à até 5% do capital da Privalia no IPO que listará os papéis da companhia no Novo Mercado da B3.

O acordo prevê opção para o BTG comprar mais 5% das ações da Privalia entre 18 e 36 meses do IPO.

*Com informações da Reuters

Compre Ações em apenas 3 cliques e aproveite taxa ZERO de corretagem! Invista já

Anúncio Patrocinado Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem! Invista em Ações com TAXA ZERO de corretagem!