Siga nossas redes

Negócios

5 fintechs que estão perto de virar unicórnios no Brasil

Seleto grupo já é chamado de “soonicorns”, segundo estudo da Trancx.

Publicado

em

Unicórnios
Crédito: Pixabay

Cinco fintechs brasileiras estão perto de conquistar o sonhado posto de unicórnios, segundo um levantamento feito pela Tracnx, empresa que monitora dados de startups de mais de 500 setores pelo mundo. Este seleto grupo passou a ser chamado de “soonicorns” (trocadilho do inglês que indica algo como “dentro de pouco tempo”).

Unicórnios são empresas que passaram a valer mais de 1 bilhão de dólares antes de abrir seu capital em bolsa. Ou seja, elas não precisaram captar recursos com um IPO (Oferta Inicial de Ações, em tradução livre) para tornar-se bilionárias. 

ASSISTA: Série “Unicórnios Brasileiros” no Conta+

Geralmente, estas startups cresceram graças a aportes de grupos de investidores. A pesquisa mapeou o potencial das startups financeiras (fintechs), grupo que apresenta forte crescimento no Brasil.

Não é para menos que o levantamento identificou potenciais novos unicórnios no Brasil. A cidade de São Paulo já foi considerada o 12º mercado mais promissor do mundo em conceber empresas bilionárias pelo “The Global Startup Ecosystem Ranking”.

No ano passado, cinco startups viraram unicórnios graças aos aportes do grupo japonês Softbank. Entre elas a empresa de entregas Loggi, a plataforma de academias Gympass e o Quinto Andar, especializado em locação de imóveis.

Uma pesquisa da Associação Brasileira de Fintechs (ABFintechs) e a PWC Brasil mostrou que 48% das fintechs dobraram de tamanho, entre 205 empresas consultadas no Brasil. Segundo o estudo, 50% delas esperavam elevar sua receita em mais de 100% este ano.

O estudo também mapeou as chamadas minicorns brasileiras, empresas novas que apresentam um rápido crescimento. Nessa lista, pode-se citar empresas como a Rebel, de crédito sem garantias pessoais, e Warren, uma empresa de investimentos 100% digital.

Para criar a lista, a Trancnx usou comp critérios o tamanho, os investimentos, a excelência na execução e as perspectivas de crescimento das fintechs. 

Veja as empresas brasileiras que mais têm potencial de virar unicórnios:

Creditas

  • Valor: US$ 312 milhões (R$ 1,3 bilhão)
  • Ano de fundação: 2012
  • Ramo de atuação: Crédito com garantia e empréstimo online

Neon

  • Valor: US$ 121 milhões (R$ 505 milhões)
  • Ano de fundação: 2016
  • Ramo de atuação: banco digital e conta de pagamentos

GuiaBolso

  • Valor: US$ 77 milhões (R$ 321 milhões)
  • Ano de fundação: 2012
  • Ramo de atuação: aplicativo de controle de gastos

Weel

  • Valor: US$ 45 milhões (R$ 175 milhões)
  • Ano de fundação: 2014
  • Ramo de atuação: antecipação de recebíveis para empresas

ContaAzul

  • Valor: US$ 41 milhões (R$ 171 milhões)
  • Ano de fundação: 2012
  • Ramo de atuação: plataforma de gestão e controle financeiro

Que tal investir com toda a experiência e conhecimento dos melhores gestores do mercado? Escolha seus Fundos de Investimento na Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.