Siga nossas redes

Negócios

CEO que lavava privadas nos EUA e virou VP da JP Morgan: ‘nunca imaginei’

Cearense Andrey Nousi conta que encarava dificuldades como ‘testes’; conheça a história.

Publicado

em

Tempo médio de leitura: 5 minutos

O cearense Andrey Nousi, de 35 anos, deu uma verdadeira guinada em sua vida em busca da realização de um sonho: trabalhar no mercado financeiro. Ele exercia a função de faxineiro nos Estados Unidos antes de chegar a vice-presidente da JP Morgan, na Suíça, uma das maiores instituições financeiras de todo o mundo, onde era responsável pela gestão de grandes fortunas.

Nascido em Fortaleza, ele conta que desde a infância sempre se interessou por assuntos de economia e investimentos, embora não entendesse nada sobre o assunto. E após a conclusão do Ensino Médio, decidiu que queria entrar nesta área, mas encontrou o primeiro obstáculo em seu caminho, a falta de fluência na língua inglesa.

“Apareceu uma oportunidade para eu ir para os Estados Unidos trabalhar como faxineiro, limpando casas, que era uma maneira de me sustentar e, ao mesmo tempo, poder aprender inglês”, contou.

Nousi não perdeu a chance e viajou para a Flórida, onde permaneceu durante um ano lavando privadas.

Quando questionado se, em algum momento, pensou em desistir e voltar para casa, ele disse que sabia que era apenas uma etapa da sua vida que deveria cumprir e que não ia durar para sempre.

“Aquilo foi um dos momentos mais felizes da minha vida, na verdade. Eu adorava fazer aquilo, porque estava conseguindo a minha independência pela primeira vez. Eu tinha 18 anos, tinha saído de casa, estava morando num país novo, um país com o nível de desenvolvimento muito maior, aprendendo coisas, vislumbrando possibilidades. Ganhando uma graninha.”

Depois desse período, ele retornou ao Brasil enquanto aguardava a liberação para embarcar para a Finlândia, no norte europeu. Com nacionalidade finlandesa, ele teve que servir o governo durante um ano trabalhando no departamento administrativo da alfândega.

Em seguida, ele começou a trabalhar em um programa de incentivo do governo finlandês, onde ganhava três euros por dia para conseguir estudar na Aalto University. Após a graduação, fez mestrado na Rotterdam School of Management, Erasmus University, que é uma escola internacional de negócios na Holanda. Ele obteve a licença do CFA, a mais seleta certificação de finanças do mundo.

Após receber uma proposta do JP Morgan, ele se mudou para Genebra, na Suíça, onde mora até hoje com a mulher finlandesa e dois filhos.

O investidor Andrey Nousi em uma estação de esqui na Europa. Crédito: Divulgação

Atrás de um sonho

O investidor disse que nunca imaginou que poderia chegar tão longe quando saiu do Brasil.

“Quando eu fui estudar na Finlândia, para mim eu já achava que aquilo seria o topo, já tinha chegado ao máximo que eu poderia chegar. Nunca imaginei que eu pudesse trabalhar no melhor e no maior banco do mundo, de virar vice-presidente desse banco, de fazer gestão de bilhões de dólares”, disse.

Após trabalhar três anos como analista, foi promovido a vice-presidente do JP Morgan. Depois de trabalhar 9 anos no banco, ele se desligou da empresa para trabalhar com educação financeira e criou a Nousi Finance, onde atua como CEO.

Dificuldades

Morando há 17 anos fora do Brasil, Nousi disse que uma das maiores dificuldades enfrentadas durante sua trajetória foi a saudade da família, mas estava focado em seu objetivo de trabalhar no mercado financeiro.

“Eu precisava abrir mão de alguns anos da minha vida para poder ter algum conforto maior, independência financeira melhor. Mas eu sempre via essas dificuldades como um ponto de resiliência, um teste para provar que eu mereço aquilo.”

Educação financeira

Para Nousi, a educação financeira deveria ser uma disciplina obrigatória nas escolas do Brasil.

“Nós formamos adultos que chegam a sua maioridade sem saber como controlar as suas receitas e suas despesas. A grande maioria dos brasileiros não sabem quanto eles conseguem economizar ou não economizam. A maioria da população está endividada.”

Ele enfatiza que a educação é capaz de mudar a vida das pessoas, como conseguiu mudar a sua.

“Um país sem educação sempre vai ter muitas mazelas. Se você não consegue desenvolver nas suas crianças, na sua população, o raciocínio lógico e analítico, ela nunca vai entender como o mundo funciona e quais as possibilidades que podem mudar sua vida”, ressaltou.

Diversificação de investimentos

De acordo com Andrey Nousi, a diversificação é a forma de obter sucesso nos investimentos. Ele cita que é preciso ter um portfólio que inclua renda fixa e variável, ações, empreendimentos imobiliários, entre outros, por exemplo. Além disso, é necessário observar o perfil de cada investidor, se é mais arrojado ou moderado.

“O mercado é volátil, o mercado de investimentos é feito por pessoas que compram e que vendem, e essas pessoas têm interesses diferentes. Consequentemente os preços variam e é por isso que não existe nada garantido. Como você faz pra se proteger? Você diversifica”, disse.

O educador financeiro fala sobre o futuro dos investimentos e a importância dos ativos digitais, como os NFTs e criptomoedas, por exemplo, mas ressalta que esse mercado ainda é pequeno e, por isso, tem grande volatilidade, o que aumenta o risco.

Veja também

Faça seu dinheiro começar a render mais hoje! Vem pro Nu invest!

Anúncio Patrocinado Probabilidades Samy Dana Probabilidades Samy Dana
ANÚNCIO PATROCINADO      Novidade Carteita TOP FII Junho

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.
Anúncio Patrocinado Cripto no App Nu