Siga nossas redes

Negócios

Apple corta metas do Vision Pro após problemas de produção, diz FT

Fone de ouvido com óculos de alta tecnologia de realidade mista terá próprio sistema operacional.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 3 minutos

A Apple (AAPL34) está reduzindo as metas de produção de seu Vision Pro porque os fabricantes estão lutando com o design complexo do novo gadget, informou o Financial Times.

A Apple agora está se preparando para fabricar menos de 400.000 unidades do fone de ouvido de US$ 3.499 em 2024, disse a empresa, citando pessoas não identificadas próximas à Apple e à Luxshare Precision Industry Co., a empresa chinesa que está inicialmente montando o dispositivo. Dois fornecedores de componentes da China disseram que a Apple estava pedindo apenas peças suficientes para 130.000 a 150.000 unidades no primeiro ano, enquanto os planos para uma versão mais barata foram adiados, informou o jornal.

As ações da Luxshare reduziram os ganhos anteriores, mas ainda subiam cerca de 3,8% na segunda-feira em Shenzhen. As ações da Apple pouco mudaram nas negociações de pré-mercado antes da abertura das bolsas de Nova York na segunda-feira (3).

A Apple fez história em Wall Street depois que seu valor de mercado ultrapassou US$ 3 trilhões, enquanto os investidores continuavam a se acumular em grandes empresas de tecnologia.

Apple prepara novos iPhones e Macs após o lançamento do Vision Pro: Power On.

O Vision Pro, lançado no mês passado, é sua mais recente jogada para sustentar o ímpeto das vendas e tentar impulsionar uma indústria de realidade mista que durante anos lutou para se tornar popular. O dispositivo, que se assemelha a óculos de esqui de alta tecnologia, terá seu próprio sistema operacional, visionOS, e uma App Store dedicada. Está programado para chegar no início do próximo ano nos EUA, seguido por outras regiões posteriormente.

Mas as novas projeções caíram acentuadamente em relação à meta anterior de vendas internas de 1 milhão de unidades nos primeiros 12 meses, de acordo com o Financial Times.

Um grande obstáculo é a criação de telas internas de alta resolução, enquanto projetam os olhos do usuário para o mundo exterior, disse o jornal. A Apple também está trabalhando em uma versão mais acessível do fone de ouvido com fabricantes de monitores coreanos, disse o jornal, citando duas pessoas com conhecimento direto.

Um porta-voz da Apple não fez comentários imediatos, enquanto representantes da Luxshare não responderam a um pedido de comentário.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.