Siga nossas redes

Negócios

Carrefour Brasil tem queda de 95% no lucro ajustado do 2º tri

Balanço financeiro foi afetado pela integração da empresa com o BIG.

Publicado

em

por

Tempo médio de leitura: 2 minutos

Visão geral de supermercado Carrefour em São Paulo
Visão geral de supermercado Carrefour em São Paulo, Brasil. 18/07/2017. REUTERS/Paulo Whitaker/File Photo

O Carrefour Brasil (CRFB3) registrou queda de 95,2% no lucro líquido ajustado do segundo trimestre frente a igual período do ano anterior, para R$ 29 milhões, afetado pelo impacto financeiro de sua integração com o BIG, informou a empresa nesta terça-feira (25).

A companhia, braço brasileiro da varejista francesa Carrefour, disse que as vendas líquidas cresceram 8,1%, para R$ 25,95 bilhões, na mesma base. Contando só as unidades de atacarejo, o que inclui o Atacadão, as vendas aumentaram 4,6%.

A companhia disse que as despesas operacionais subiram 32,2% no trimestre em relação ao mesmo período do ano anterior, totalizando R$ 3,8 bilhões.

O Carrefour Brasil, que comprou o BIG em meados de 2022, disse que concluiu a conversão de lojas adquiridas em junho e que planeja, assim, aumentar as vendas no próximo trimestre.

O presidente-executivo do grupo, Stephane Maquaire, disse a jornalista que a empresa agora planeja maturar as lojas convertidas e espera um impacto positivo nos resultados nos próximos meses.

“Quanto mais temos a maturação das vendas, mais temos oportunidade de crescer na margem Ebitda”, afirmou.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado da empresa caiu 21,7% ano a ano, totalizando R$ 1,34 bilhão. Ao excluir o BIG, porém, o indicador mostra queda mais leve, de 6%, para R$ 1,5 bilhão.

O Carrefour Brasil disse que abriu organicamente seis novas lojas no formato de atacarejo e converteu 47 lojas do BIG no segundo trimestre.

Veja também

ANÚNCIO PATROCINADO Confira

Abra sua conta! É Grátis

Já comecei o meu cadastro e quero continuar.