Siga nossas redes

Negócios

Em 6 meses, governo terá vendido 13% de sua fatia na Petrobras

Em 2019, a Caixa Econômica Federal vendeu cerca de 3% em ações ordinárias da Petrobrás.

Publicado

em

Petrobras
Crédito: Wikimedia Commons

Por Estadão Conteúdo

Em um pouco mais de seis meses, o governo federal terá vendido quase 13% de sua fatia de ações com direito a voto da Petrobras, em ofertas públicas de ações na Bolsa de Valores. No ano passado, a Caixa vendeu 3,2% em ações ordinárias da petroleira e embolsou R$ 9,6 bilhões.

Em 15 dias, será a vez do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) se desfazer de 9,6% do capital votante da estatal, em uma oferta subsequente (follow on), que lhe renderá aproximadamente R$ 23 bilhões.

Aos poucos, a presença do Estado na maior companhia do governo é reduzida e os holofotes seguem voltados para uma futura privatização, de fato, da Petrobrás.

Em paralelo, a Petrobrás vem saindo de áreas que não são consideradas prioritárias. Já foi realizada a venda de controle de três subsidiárias: NTS, TAG e BR Distribuidora. Na BR, onde a Petrobrás ainda detém uma fatia de 37%, a despedida deverá ocorrer até março, em uma nova oferta de ações.

CDB com 140% do CDI, rentabilidade maior que a poupança: Invista de forma fácil pela Easynvest!

Anúncio Patrocinado Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente. Não corra o risco de faltar dinheiro lá na frente.

O InvestNews é um canal de conteúdo multiplataforma que oferece a cobertura diária de notícias e análises sobre economia, investimentos, finanças, mercado financeiro, educação financeira, projeções, política monetária e econômica. Tudo o que mexe com o seu dinheiro você encontra aqui, com uma linguagem simples e descomplicada sobre o mundo da economia e dos investimentos.